Assine Já
domingo, 28 de novembro de 2021
Região dos Lagos
28ºmax
20ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 53491 Óbitos: 2186
Confirmados Óbitos
Araruama 12497 447
Armação dos Búzios 6580 73
Arraial do Cabo 1754 93
Cabo Frio 15408 901
Iguaba Grande 5564 147
São Pedro da Aldeia 7047 290
Saquarema 4641 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
HOMICÍDIO QUALIFICADO

Condenado por atropelar e arrastar pescador em Cabo Frio em 2014 é preso em Portugal

Mário Fernando Gomes será extraditado para o Brasil para cumprir pena de 12 anos de prisão

25 novembro 2021 - 18h26Por Redação
Condenado por atropelar e arrastar pescador em Cabo Frio em 2014 é preso em Portugal

Uma ação conjunta da equipe da 126ª DP (Cabo Frio) e agentes do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras de Portugal (SEF) resultou na captura de Mário Fernando Gomes de Lucas, que estava foragido da Justiça brasileira após ser condenado a 12 anos de prisão em agosto de 2019 por atropelar e arrastar o pescador Celso Brito, de 60 anos, por três quilômetros em Cabo Frio. O homem morreu por conta dos ferimentos.

O crime ocorreu em setembro de 2014 e gerou grande comoção, pois a vítima estava de bicicleta e foi arrastada até o bairro Parque Burle, onde o motorista retirou o corpo da parte de baixo do carro e fugiu sem prestar socorro. Ainda segundo a equipe da 126ª DP, testemunhas que presenciaram o acidente gritaram e tentaram avisar ao motorista que Celso estava preso ao veículo de Mário, mas ele não parou.

De acordo com os policiais, durante as investigações surgiram informações de que o autor que alesra de condenado podia recorrer da sentença em liberdade em virtude de ter bons antecendentes criminais, havia fugido para terras estrangeiras. Após representação da Interpol no Rio de Janeiro, foi solicitada a publicação da Difusão Vermelha de Procurados em todo o mundo, o que acabou levando a polícia portuguesa a localizar e prender Mário na região de Cascais, em Lisboa, Portugal. Contra ele havia um mandado de prisão condenatória em aberto expedido pela Justiça de Cabo Frio.

O acusado será extraditado para o estado do Rio de Janeiro, onde cumprirá pena de 12 anos de prisão em regime fechado.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.