Assine Já
segunda, 02 de agosto de 2021
Região dos Lagos
23ºmax
13ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 46523 Óbitos: 1889
Confirmados Óbitos
Araruama 11454 362
Armação dos Búzios 5517 58
Arraial do Cabo 1588 87
Cabo Frio 12706 765
Iguaba Grande 4804 116
São Pedro da Aldeia 6205 275
Saquarema 4249 226
Últimas notícias sobre a COVID-19
Trânsito

Comissão do Detran discute caso de morte após fuga de blitz Lei Seca

Comissão enviará um relatório ao presidente do Detran.RJ, Marcelo Bertolucci

07 novembro 2019 - 11h49Por Redação
Comissão do Detran discute caso de morte após fuga de blitz Lei Seca

O encontro de outubro da Comissão Cidadã – grupo instituído pelo Detran.RJ para promover a apuração das responsabilidades relativas a acidentes de trânsito com consequências graves, gravíssimas ou fatais – analisou a evasão da blitz da Lei Seca, ocorrida no último dia 24, em Sulacap. Através dos 14 diferentes órgãos e entidades que a compõem, a comissão tem por função assessorar a Presidência do departamento, elaborando pareceres, instruindo e orientando decisões sobre processos relacionados a acidentes.

Vários casos foram debatidos durante a reunião, mas a tentativa de fuga da Operação Lei Seca, que resultou na morte de uma pessoa, foi uma das principais pautas. As informações do Registro de Ocorrência foram disponibilizadas pela Polícia Civil, que será analisada e poderá ter uma conclusão no próximo encontro do grupo que acontecerá no final do mês de novembro.

Após a conclusão sobre o crime de trânsito, a comissão enviará um relatório ao presidente do Detran.RJ, Marcelo Bertolucci. Após ser submetido e acatado pela autoridade de trânsito do Estado, será emitida uma notificação para que seja enviada à motorista.

Todo condutor que comete um delito de trânsito deve ser submetido a novos exames para que possa voltar a dirigir, de acordo com as normas estabelecidas pelo Contran, independentemente do reconhecimento da prescrição. Em caso de acidente grave, o condutor nele envolvido poderá ser submetido aos exames médico e psicotécnico, além de prova teórica, prática e de reciclagem. Todas as medidas serão tomadas de acordo com o artigo 160 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) e a Resolução 300 do Contran, sempre assegurando a ampla defesa ao condutor.

O coordenador de Julgamento de Condutores do Detran.RJ, Hugo Leonan, falou dos propósitos de ter a Comissão Cidadã no órgão. "Contar com esse grupo de pessoas para analisar a responsabilidade de cada um nos acidentes de trânsito é uma vitória. Temos a legislação, mas uma análise mais detalhada e feita por especialistas só aperfeiçoa o nosso trabalho", reforçou.

Atualmente, integram a Comissão Cidadã representantes das seguintes entidades e instituições: Detran.RJ, Conselho Estadual de Trânsito, Ordem dos Advogados do Brasil - Seção RJ, Polícia Rodoviária Federal, Federação Interestadual dos Trabalhadores de Transportes Rodoviários do Estado do Rio de Janeiro, Clube de Engenharia, Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, Federação das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Rio de Janeiro, ONG Trânsito Amigo, Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro, Associação Brasileira de Imprensa, Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia, Coordenadoria Geral da Operação Lei Seca, Polícia Civil e Coordenadoria Geral da Operação Lei Seca.

O presidente do Detran.RJ ressaltou que as reuniões mensais auxiliam e embasam pedidos de melhorias em alguns dos artigos do CTB. "Atualizar a legislação é de grande importância para o departamento e, principalmente, para a sociedade. Acidentes de trânsito tiram não só a vida de milhares de brasileiros, mas também destroem famílias", concluiu Bertolucci.

 

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.