Assine Já
quarta, 04 de agosto de 2021
Região dos Lagos
22ºmax
14ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 46523 Óbitos: 1889
Confirmados Óbitos
Araruama 11454 362
Armação dos Búzios 5517 58
Arraial do Cabo 1588 87
Cabo Frio 12706 765
Iguaba Grande 4804 116
São Pedro da Aldeia 6205 275
Saquarema 4249 226
Últimas notícias sobre a COVID-19
Abastecimento

Comissão de Saneamento da Alerj investiga gosto e cheiro estranhos na água de São Pedro da Aldeia

Prolagos afirma que água fornecida atende aos padrões de potabilidade exigidos pelo Ministério da Saúde

13 julho 2020 - 18h46Por Redação

A Comissão de Saneamento da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) está apurando uma denúncia de gosto e cheiro estranhos na água que abastece o município de São Pedro da Aldeia. A Agência Reguladora de Energia e Saneamento Básico (Agenersa) e a Prefeitura de São Pedro da Aldeia foram acionadas para a realização de análises laboratoriais.

Segundo o presidente da Comissão de Saneamento, deputado estadual Gustavo Schimidt (PSL), as denúncias são "graves e consistentes".

- Na sexta-feira (10), recebemos denúncias na Comissão de Saneamento Ambiental da Alerj, de que havia forte gosto e odor na água fornecida pela concessionária Prolagos em São Pedro da Aldeia, uma situação aparentemente similar àquela ocorrida recentemente na capital e Região Metropolitana do Rio. No mesmo dia, enviamos ofício por email à Agenersa, solicitando, o mais rapidamente possível, que fosse realizada avaliação laboratorial da água fornecida pela concessionária. A mesma solicitação também foi feita, igualmente na forma de ofício, à Secretaria Municipal de Saúde de São Pedro da Aldeia. O envio por email já caracteriza a formalização das solicitações - relata o deputado.

Ainda de acordo com o deputado, um suposto corte no fornecimento de água para bairros de São Pedro após o início da investigação reforçaria o teor da denúncia.

- Agora, soubemos que o fornecimento de água foi cortado no município. Para nós, isso é um indício de que, realmente, possa haver algum problema. Continuamos cobrando informações e providências. As denúncias são graves e consistentes e já nesta segunda-feira estamos reforçando o pedido de informações e providências - completou o parlamentar.

Procurada pela reportagem, a Prolagos garantiu que a água fornecida atende aos padrões de potabilidade exigidos pelo Ministério da Saúde. 

"A prestação dos serviços de água e esgoto permanece em todos os municípios da área de concessão. A empresa está à disposição da Comissão de Saneamento Ambiental da Alerj, da Prefeitura de São Pedro da Aldeia e da Agenersa para qualquer esclarecimento", informou a concessionária por meio de nota.

A Agenersa e a Prefeitura de São Pedro da Aldeia também foram procuradas pela reportagem, mas ainda não enviaram resposta.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.