Assine Já
domingo, 17 de outubro de 2021
Região dos Lagos
23ºmax
19ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 52181 Óbitos: 2123
Confirmados Óbitos
Araruama 12321 438
Armação dos Búzios 6500 72
Arraial do Cabo 1720 92
Cabo Frio 14677 858
Iguaba Grande 5464 140
São Pedro da Aldeia 6968 288
Saquarema 4531 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
FISCALIZAÇÃO EM CIMA

Comércios de São Pedro são notificados por descumprimento de medidas restritivas contra a Covid-19

Ação realizada no fim de semana visitou dez estabelecimentos

01 fevereiro 2021 - 18h31Por Redação

Uma operação conjunta entre agentes da Prefeitura de São Pedro da Aldeia e da Polícia Militar fiscalizou o cumprimento de medidas restritivas contra a Covid-19 nos estabelecimentos comerciais da cidade. Ao todo, dez locais foram notificados ao longo deste fim de semana por apresentarem irregularidades previstas no decreto Nº 015. 

Dentre as irregularidades constatadas estão o descumprimento do distanciamento mínimo estabelecido entre as mesas, capacidade de lotação dos ambientes acima do permitido e disponibilização ineficiente de álcool em gel, dentre outras irregularidades como o uso de som em altura além dos limites legais. 

Na sexta-feira (29), empreendimentos dos bairros Centro, Porto da Aldeia, Poço Fundo, Sudoeste, Estação e São José (RJ 140) foram fiscalizados. Na noite de sábado (30), os alvos foram os bairros Vinhateiro, Ponta do Ambrósio, Bairro São João, Campo Redondo, Fluminense e Balneário São Pedro.

Segundo o secretário de Segurança e Ordem Pública, José Maria Cádimo, as ações serão constantes. "Temos ciência de que não basta orientar, é preciso intensificar a fiscalização sobre o cumprimento do decreto. O objetivo, inicialmente, é notificar para que os empresários e a população compreendam a necessidade de seguir as orientações", disse. 

A ação conjunta foi desenvolvida pela Secretaria Municipal de Segurança e Ordem Pública, através da Fiscalização de Posturas, com apoio da Guarda Municipal e da Polícia Militar.  

Determinações para funcionamento do comércio 

De acordo com o último decreto em vigência (Decreto Nº 015), a capacidade de lotação dos estabelecimentos foi reduzida para 50%. Também devem ser observados os seguintes pontos: ampla ventilação nos ambientes, filas organizadas com distanciamento de, no mínimo, 1,5m (um metro e meio) entre os clientes e a disposição das mesas, que também deve respeitar o distanciamento mínimo de 1,5 m (um metro e meio) entre elas. 

É exigida a higienização das mãos dos clientes no momento de acesso ao interior da loja e a disponibilização de álcool em gel aos consumidores. A disponibilização de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) aos funcionários, conforme orientação das autoridades de saúde, fica a encargo dos estabelecimentos, que devem manter, ainda, a desinfecção diária de todos os seus espaços.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.