Assine Já
sexta, 18 de setembro de 2020
Região dos Lagos
30ºmax
18ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 7728 Óbitos: 407
Confirmados Óbitos
Araruama 1514 100
Armação dos Búzios 468 10
Arraial do Cabo 215 13
Cabo Frio 2528 136
Iguaba Grande 640 34
São Pedro da Aldeia 1213 50
Saquarema 1150 64
Últimas notícias sobre a COVID-19
lixo

Com suspensão da coleta, cabofrienses questionam destino do lixo na cidade

Prefeito anunciou que serviço foi interrompido por não ter como pagar empresas

26 agosto 2016 - 09h20Por Texto e foto: Gabriel Tinoco
Com suspensão da coleta, cabofrienses questionam destino do lixo na cidade

As reclamações ecoam por toda Cabo Frio: o lixo está espalhado pelas ruas. Para piorar a situação, o prefeito Alair Corrêa (PP) comunicou que a empresa responsável pela coleta do lixo caseiro e hospitalar suspendeu os serviços por falta de pagamento – o que ocorre, segundo Alair, devido ao bloqueio judicial nas contas da Prefeitura.

Moradores estão preocupados com o risco de doenças e ressaltam que o cenário só piora nos bairros periféricos.

Ontem pela manhã, a reportagem andou por alguns bairros da cidade, mas não encontrou nenhum coletor nas ruas. Já lixo tem de sobra. O diretor da Comsercaf, Alexandre Sant’Anna, afirmou que o trabalho seria regularizado.

– Os servidores estarão nas ruas recolhendo o lixo caseiro. Tudo será regularizado amanhã (hoje) – comentou, à Folha.

O taxista Luiz Aurélio, 60, roda por toda a cidade e vê os bairros em que a situação está mais precária.

– Coleta de lixo? O que que é isso? Não existe isso aqui. Trabalho dirigindo pela cidade e vejo lixo por toda a parte. Moro na Rua Padre Nunes, no Recanto das Dunas, e ontem não passou um caminhão para recolher o lixo. O Peró também está uma imundície. No Centro, a situação ainda dá para aturar. Mas nos bairros adjascentes está uma vergonha. Os moradores se sentem abandonados – critica.

O também taxista Luís Marcos Damasceno, 48, observa o lixo tomar o lugar das crianças na praça do bairro Cajueiro.

– A praça do Cajueiro está tomada pelo lixo. As crianças nem podem mais brincar por lá por causa das doenças. Rodo pela cidade toda e não vejo o caminhão do lixo passando. Tenho até procurado, mas não acho – conta.

De acordo com o zelador Aldo Paulino, 40, uma cidade turística não pode ter uma aparência suja como a de Cabo Frio.

– No meu prédio, por coincidência, o caminhão até passa. Mas ouço zeladores dos outros prédios reclamarem que a coleta não passa. Cabo Frio está com uma aparência horrível. Já foi uma cidade limpa. E olha que a situação está melhor aqui no Centro, no Braga... Nos outros bairros o lixo invade as ruas – comenta o zelador.

Alair anuncia na internet que coleta foi normalizada com desbloqueio das contas

Na manhã desta sexta-feira, o prefeito Alair Corrêa anunciou no Facebook, que com o desbloqueio das contas da Prefeitura pela Justiça, a coleta de lixo na cidade foi normalizada após o pagamento das firmas terceirizadas. Leia abaixo a postagem na íntegra:

"Comunicamos que a coleta do lixo já voltou ao normal desde ontem, quando a justiça liberou o dinheiro e a prefeitura pagou as empresas responsáveis. Com o bloqueio das contas solicitado pelos sindicatos para pagamento apenas dos funcionários, a prefeitura ficou sem poder pagar as demais contas a não ser quando analisadas e autorizadas por um juiz, a demora na análise pela justiça e a liberação do dinheiro foi a razão da suspensão da coleta pela empresa, considerando que tínhamos o dinheiro para pagar a fatura. Bom, a coleta está normalizada ! Bom dia"

Matéria atualizada em 26/8 às 12:43h.

(*) Leia a matéria completa na edição impressa desta sexta-feira.