Assine Já
segunda, 28 de setembro de 2020
Região dos Lagos
35ºmax
20ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 8099 Óbitos: 418
Confirmados Óbitos
Araruama 1625 102
Armação dos Búzios 487 10
Arraial do Cabo 248 15
Cabo Frio 2555 140
Iguaba Grande 684 36
São Pedro da Aldeia 1323 51
Saquarema 1177 64
Últimas notícias sobre a COVID-19
Marquinho

Com impugnação de Marquinho, candidatos se movimentam para conseguir votos

Adversários já buscam forma de ocupar 'lacuna' deixada por peemedebista

13 setembro 2016 - 18h30

Um clichê da vida pública é dizer que ‘na política não existe espaço vazio’. Cientes disso, os adversários de Marquinho Mendes (PMDB) à Prefeitura de Cabo Frio já projetam como tirar proveito eleitoral da impugnação da sua candidatura, ocorrida na tarde de anteontem. A decisão do juiz da 96ª Zona Eleitoral,  Ricardo de Mattos Pereira, é de primeira instância e, portanto, cabe recurso.


Autor de uma das ações para barrar a candidatura de Marquinho, Janio Mendes (PDT) comentou a decisão da Justiça, mas preferiu não se estender sobre o que fará para migrar os votos de eleitores do peemedebista, caso ele realmente não participe da disputa.


– O Brasil mudou. Hoje não há mais espaço no mundo político e jurídico para aberrações como esta. Espero que ele tenha um mínimo de respeito pela cidade e retire a candidatura e que o povo possa escolher entre os habilitados, pois os votos que receber serão anulados – disparou.
Outro concorrente direto, Paulo César (PSDB) tem opinião semelhante. O candidato tucano acredita que a situação terá influência direta na disputa pelo eleitorado.


– Numa campanha com seis candidatos, se cai para cinco, logicamente os votos serão diluídos pelas outras candidaturas. Estamos trabalhando o máximo para pegar essa fatia, buscar esse eleitor – comentou.

*Leia a matéria completa na edição da Folha dos Lagos desta quarta-feira