sexta, 19 de julho de 2024
sexta, 19 de julho de 2024
Cabo Frio
19°C
Park Lagos
Park Lagos 2
Geral

Com alta de produtos da ceia da páscoa, o jeito é criar na cozinha

Pescados como camarão e lula podem substituir o tradicional bacalhau

11 abril 2019 - 10h10
Com alta de produtos da ceia da páscoa, o jeito é criar na cozinha

Com a proximidade do feriado da Semana Santa, muita gente já pensa nas alternativas para fugir do aumento de preço dos produtos que compõem pratos tradicionais da ceia de Páscoa, como a bacalhoada, por exemplo. De acordo com levantamento feito pela Fundação Ge- túlio Vargas (FGV), apurado com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor-10 (IPC-10), a inflação do cardápio da época cresceu 17,15%. Os preços foram comparados com o período de abril do ano passado e março deste ano.

Só a estrela do cardápio, o bacalhau, sofreu aumento de 19,35%. E a batata inglesa, que além de acompanhar muito bem o peixe sempre dá aquela rendida no prato, aumentou 78,8%. Boa notícia: alguns produtos, como o azeite, indispensável para o preparo da ceia, tiveram reajuste abaixo da inflação média, que foi de 1,13%.

Mas, para fugir dos preços altos, ainda mais para moradores de uma região pesqueira, o que não falta é opção nos mercados de peixe – o de Cabo Frio e o de São Pedro da Aldeia, por exemplo, oferecem di- versas opções mais baratas para as famílias não deixem de caprichar na ceia. E não há mistério para transformar um simples pescado em um banquete.

Veja a seguir algumas dicas para quem for pilotar o fogão no preparo da ceia para a família.

Uma das grandes dicas para aproveitar o melhor do peixe é chegar na peixaria e ver o que está em oferta e, claro, bem fresco. Alguns peixes são melhores assados, outros, cozidos, mas certamente o pessoal da banca de peixe pode tirar sua dúvida e até te dar dicas. Escolha o que mais se encaixa no seu orçamento e prepare uma bela panelada de peixe ensopado. Anote a receita:

Peixe ensopado com pirão

Escolha o que mais se encaixa no seu orçamento e prepare uma bela panelada de peixe ensopado. Anote a receita:

1 ou 2 cebolas picadas; três tomates; um dente de alho amassado; ½ cenoura picada em cubinhos pequenos; 1 galho de aipo picadinho; 1 fatia de bacon picada (opcional) e azeite. Frite o bacon e reserve. Na mesma panela coloque a cebola, aipo e cenoura e refogue até que fiquem esbranquiçados. Na sequência, coloque os tomates picados e água fervente para obter um molho espesso. Tempere com sal, pimenta do reino e um pouco de noz moscada ralada na hora. Deixe o molho apurar e quando ele estiver bem concentrado coloque as postas de peixe. Acrescente o bacon reservado, água e azeite e deixe cozinhar. Quando o peixe estiver cozido (fique de olho no tempo porque peixe cozinha rápido) retire da panela com cuidado e reserve (de preferência no forno para não esfriar).

O caldo que ficou vai virar um belo pirão: é só fazer uma mistura de farinha de mandioca e água e ir acrescentando, sem parar de mexer, na panela. Fogo baixo, mexa até engrossar e a farinha cozinhar. Finalize com coentro ou cheiro verde e azeite. Sirva com arroz branco.

Estrogonofe de camarão

O camarão é um crustáceo delicado, que precisa de pouco tempo para cozinhar. Portanto, para fazer um estrogonofe, é importante que você prepare a base antes e, só depois, coloque o camarão.

Faça um refogado de cebola e alho na manteiga. Quando esta base estiver dourada, acrescente dois tomates picados (sem semente), sal e pimenta do reino. Coloque o cogumelo de preferência (champignon em conserva ou cogumelos frescos) e refogue mais um pouco. Acrescente os camarões (antes, tempere-os com sal) e cozinhe uns cinco minutos antes de colocar o creme de leite. Acrescente uma colher de mos- tarda e outra de catchup, mais manteiga e pronto. Se quiser, finalize com ervas frescas. O acompanhamento clássico do prato é arroz branco e batata souté ou palha.

Lula recheada

A tradicional lula de Arraial do Cabo é uma ótima opção para a ceia de páscoa. Versátil, ela aceita diversas preparações, que podem ir de uma simples grelhada, passando por uma à dorê e até mesmo uma lula recheada. E é mais simples do que se possa imaginar. Peça ao peixeiro para limpar a lula (mas não esqueça de pedir os tentáculos – eles são deliciosos e funda- mentais). Faça um refo- gado básico (cebola, alho e azeite) e cozinhe rapidamente os tentáculos já picados. Incremente com o que você quiser: azeitona, alcaparras, tomate. Reserve.

Cozinhe batata e amasse como um purê. Deixe esfriar. Acrescente manteiga e requeijão. Faça uma mistura do purê com o molho dos tentáculos. Recheie a lula crua, prenda as bordas com um palito de dente. Em um refratário, coloque um pouco de molho de tomate, ajeite as lulas recheadas, regue com o molho de preferência (pode ser de tomate ou bechamel), salpique muçarela, parmesão, um fio de azeite eleve pra gratinar. Sirva com arroz ou uma salada verde.