Assine Já
segunda, 18 de janeiro de 2021
Região dos Lagos
30ºmax
21ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
FLIC 2020

Coletivo Cultural Flores Literárias promove mais uma edição da Festa Literária Cabo-friense

Evento chega a 5ª edição neste ano e é realizado de forma online

27 novembro 2020 - 14h43Por Redação
Coletivo Cultural Flores Literárias promove mais uma edição da Festa Literária Cabo-friense

O Coletivo Cultural Flores Literárias promove mais uma edição da Festa Literária Cabo-friense (Flic). O evento começou nesta quinta-feira (26) e segue até o sábado (28). Por conta da pandemia do novo coronavírus, o evento, que é realizado desde 2016, está sendo totalmente online e continua reunindo uma série de atividades gratuitas com o intuito de apresentar uma programação rica e diversa. O evento pode ser acessado através da página do Facebook das Flores Literárias. 

Nesta sexta-feira (27), a programação é voltada  para o público infanto-juvenil e contará com atrações, como contação de histórias brincantes com a bióloga Jaqueline Brum; a presença ilustre da musicista Tia Déborah Musical, que trará diversas brincadeiras cantadas; e a participação da artista Débora Rosa, que fará uma performance infanto-juvenil através de histórias e canções. A programação está marcada para começar às 18h30.

– Felizmente, a gente tem uma ampla participação da população. Nesta 5ª edição do evento, preparamos uma vasta programação. Ontem, abrimos a Flic com um painel cultural e abordamos alguns eixos da literatura e sociedade – conta uma das organizadoras do evento, a bióloga Jaqueline Brum.  

Para este sábado (28) – último dia doe evento, a programação contará com o lançamento online da Antologia Poética Flores Literárias. A programação está marcada para começar às 19h.

–  A gente sempre faz uma reunião de vários autores locais, nacionais e internacionais. Este ano, o nosso tema é o “Por dias melhores”, e alguns autores nos enviaram os seus textos e poemas. Com os arquivos enviados, montamos um livro e iremos encerrar a nossa programação de sábado com este grande sarau – conta a bióloga.
 
Andréa Rezende também é uma das organizadoras do evento e é formada em Letras - Português/Literatura. Ela ressalta sobre a importância desse tipo de evento para a cidade de Cabo Frio. 

– A Flic importa pela difusão da cultura na região, em especial a Literatura, visto que somos um coletivo artístico e cultural com ênfase na Literatura.  Ela propicia a popularização, e incentivo à leitura e escrita e o conhecimento e apreciação da Literatura, sobretudo,  produzida na nossa região. Incluindo a divulgação de obras e autores locais, os artistas da palavra do lugar em que vivemos. Essa aproximação populariza e democratiza o acesso e o gosto pela arte em si – afirma. 

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.