Assine Já
quarta, 04 de agosto de 2021
Região dos Lagos
20ºmax
13ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 46523 Óbitos: 1889
Confirmados Óbitos
Araruama 11454 362
Armação dos Búzios 5517 58
Arraial do Cabo 1588 87
Cabo Frio 12706 765
Iguaba Grande 4804 116
São Pedro da Aldeia 6205 275
Saquarema 4249 226
Últimas notícias sobre a COVID-19
Clésio

Clésio Guimarães reassume oficialmente secretaria de Fazenda de Cabo Frio

Ex-secretário nos governos Marquinho e Aquiles Barreto diz que pediu ‘autonomia’ antes de aceitar o cargo

08 agosto 2019 - 12h05Por Rodrigo Branco I Foto: Arquivo Folha
Clésio Guimarães reassume oficialmente secretaria de Fazenda de Cabo Frio

Clésio Guimarães Faria está de volta ao comando da Secretaria municipal de Fazenda de Cabo Frio. O retorno de Clésio ao cargo foi sacramentado nesta terça-feira (6), com a nomeação do ex-secretário das gestões Marquinho Mendes e Aquiles Barreto veiculada no jornal que faz as publicações oficiais da prefeitura.

Embora o antecessor de Clésio no cargo, Antonio Carlos ‘Cati’ Vieira, tenha garantido para a Folha que Clésio assumiria em agosto, o ‘sim’ do administrador de empresas e professor aposentado só saiu nesta segunda-feira (5), depois de uma reunião definitiva com o prefeito Adriano Moreno (Rede).

Clésio afirmou para a reportagem que só aceitou o convite para voltar depois que o prefeito lhe deu garantias de que ele teria autonomia para implantar seus métodos de gestão no cargo.

– Os motivos pelos quais eu aceitei foram a confiança depositada em mim e a possibilidade de dar prosseguimento ao trabalho com autonomia. Pretendo implementar algumas ações para alavancar as receitas próprias e sair dessa situação de dependência dos recursos externos. Hoje somos altamente dependentes desses repasses. Se falha ou tem algum tipo de problema, a gente fica à mercê do incontrolável – disse.

Apesar de estar de volta ao cargo de secretário, Clésio não está por fora da realidade financeira do município. Ele jamais chegou a ficar afastado do governo, primeiro como responsável pela Casa do Empreendedor e depois como tesoureiro da secretaria, função na qual já vinha respondendo sobre previsões de pagamentos e em negociações com servidores, inclusive no Ministério Público.

O secretário discordou de uma declaração dada pelo seu antecessor no começo de junho de que o município começaria a respirar financeiramente a partir deste mês. Segundo Clésio, a melhoria da condição dos cofres da cidade está condicionada ao desbloqueio dos R$ 33 milhões retidos pelo Tribunal de Justiça, a título de dívidas com precatórios.

– O município só vai respirar quando houver o desbloqueio do que foi retido pelo TJ. Este mês teremos um pequeno alento pela [parcela] trimestral [dos royalties], que não sabemos de quanto é. Vamos continuar trabalhando para conseguir esse desbloqueio. Hoje, o que entra num mês serve para pagar o mês anterior – afirma.

Leia também:

Clésio Guimarães irá assumir a Fazenda a partir de agosto, informa Cati

À espera de um milagre: governo promete contas e salários em dia até novembro em Cabo Frio​