Assine Já
sábado, 19 de setembro de 2020
Região dos Lagos
31ºmax
19ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 7728 Óbitos: 407
Confirmados Óbitos
Araruama 1514 100
Armação dos Búzios 468 10
Arraial do Cabo 215 13
Cabo Frio 2528 136
Iguaba Grande 640 34
São Pedro da Aldeia 1213 50
Saquarema 1150 64
Últimas notícias sobre a COVID-19
Cidade Viva

Cidade Viva propõe integração e mais projetos sociais

Debate na sede da Folha dos Lagos teve segurança como pauta

14 setembro 2016 - 20h08
Cidade Viva propõe integração e mais projetos sociais

O projeto ‘Cidade Viva’ enumerou uma lista de medidas para melhorar a segurança pública de Cabo Frio, na manhã de ontem, no auditório da Folha dos Lagos: instalação de videomonitoramento na cidade, treinamento e qualificação da Guarda Municipal para incentivar a integração com a PM, projetos sociais em parceria entre a polícia, a Prefeitura e o empresariado e a solicitação junto à operadora Oi para que o serviço 190 seja regularizado na região – por conta de falhas no serviço de telefonia, o 25º BPM tem tido de encontrar outras formas de atender o morador.


O comandante da PM, André Henrique, ouviu as principais solicitações de representantes da sociedade civil e fez uma rápida apresentação sobre o resultado do trabalho que tem desenvolvido à frente do batalhão.
– O videomonitoramento surtiu um efeito maravilhoso em Saquarema. O projeto conseguiu acoplar o Corpo de Bombeiros e foi muito eficiente – comentou.

 

André Henrique ressaltou a importância da polícia de proximidade, aberta ao diálogo. Para ele, a questão do tráfico de drogas precisa ser mais debatida.
– Esse assunto, inclusive, tinha que virar curricular nas escolas. Até porque os consumidores são cidadãos acima de qualquer suspeita. Todas as classes sociais têm usuários.

O presidente da Associação Comercial de Cabo Frio (Acia), Eduardo Rosa, pediu a volta dos policiais conhecidos como ‘cosme e damião’.
– Está havendo muitos furtos e assaltos no comércio da região. Devemos fazer uma campanha para que haja mais atividades que possam ocupar os jovens. Também queria a volta dos policiais chamados cosme e damião.

O empresário Renato Marins lembrou da integração com a Guarda Municipal.
– A Prefeitura deveria colocar guardas municipais nos pontos estratégicos. Num assalto, o criminoso vai olhar e poderá ser inibido pela presença dos guardas.

A coordenadora do Sebrae, Ana Cláudia, aproveitou a deixa para cobrar o reforço do Governo Municipal na alta temporada.
– O próximo gestor poderia pegar o efetivo da Guarda Municipal para coibir o crime. A presença dos guardas ajuda.


Para o diretor da Folha, Rodrigo Cabral, a segurança não é apenas responsabilidade do Governo do Estado.
– Muitas vezes, empurra-se a questão da segurança para o Estado. Certa vez, o Beltrame (secretário de Segurança Pública) disse que só com a repressão da PM o projeto da UPP iria por água abaixo. Prefeitura e polícia poderiam alinhar um projeto maior na área social em áreas periféricas.

Josiane Reis e Claudio Bastos representaram o secretário de Ordem Pública, Jailton Nogueira. Também compareceram Renato Marins, representante da Associação Brasileira da Indústria de Hoteis (ABIH), Jorge Murillo, representante do Conselho Regional dos Corretores de Imóveis (Creci), Dirlei Pereira, coordenador do movimento Cabo Frio +, Marco Antônio Pereira, também do Cabo Frio +, Milton Roberto, ex-presidente da Acia, Thiago Costa, proprietário da Lock Car, Wilson Miranda, da Acia, e Gabriela Torres e Manoel Salvador, da Prolagos.