Assine Já
sexta, 03 de julho de 2020
Região dos Lagos
22ºmax
15ºmin
TEMPO REAL Suspeitos: 325 Confirmados: 2946 Óbitos: 179
Suspeitos: 325 Confirmados: 2946 Óbitos: 179
Suspeitos:
Confirmados:
Óbitos:
Suspeitos Confirmados Óbitos
Araruama 260 584 40
Armação dos Búzios X 246 6
Arraial do Cabo 11 73 11
Cabo Frio X 922 58
Iguaba Grande 13 207 20
São Pedro da Aldeia 32 443 16
Saquarema 9 471 28
Últimas notícias sobre a COVID-19
homens

Homens do Batalhão de Choque patrulham bairros em conflito

População fica sem ônibus nesta segunda-feira

27 outubro 2014 - 10h11Por Rosana Rodrigues
 Homens do Batalhão de Choque patrulham bairros em conflito

Quarenta homens do Batalhão do Choque (BPChoque) estão reforçando o patrulhamento policial na manhã desta segunda-feira (27) nos bairros do Jardim Caiçara, São Cristóvão,  Guarani, Boca do Mato, Jardim Peró e Manoel Corrêa por causa da onda de ataque de bandidos na cidade. Neste momento, o tenente-coronel Ruy França, comandante do 24º BPM (Cabo Frio) colocou à disposição da empresa policiais à paisana do Serviço Reservado (P2) para assegurar a tranqüilidade nos bairros e evitar qualquer ação de vândalos e, caso venha ocorrer alguma situação tensa, os PMs farão abordagem imediatamente. A assessoria de imprensa da Auto Viação Salineira informou que a circulação dos ônibus será restabelecida assim que os enterro das quatro pessoas mortas pela PM na madrugada de domingo sejam realizados. Postos e escolas do município de Cabo frio também estão fechados porque os servidores não conseguem chegar nas unidades. Os pontos de ônibus também estão lotados

 França faz um apelo aos proprietários de postos de gasolina para que os combustíveis não sejam comercializados em galão ou garrafas pet a fim de que seja evitada ação de tentativa de incêndio em ônibus. Os funcionários de Cabo Frio e de outras cidades estão com dificuldade em chegar em seus trabalhos devido a paralisação da circulação dos coletivos pela região.

Em uma ação de traficantes de drogas da região, dois ônibus foram incendiados e, na manhã de domingo (27), as empresas decidiram retirar os veículos de circulação, prejudicando quem dependia do serviço para votar em locais mais distantes.

 Rui França informou  que a PM ocupou todas as comunidades envolvidas no conflito desde a madrugada deste domingo.

Quatro pessoas — que seriam ligadas ao tráfico de drogas, de acordo com a polícia — foram mortas, dois ônibus foram incendiados e a polícia apreendeu grande quantidade de drogas, três fuzis e três pistolas.