Assine Já
quinta, 09 de julho de 2020
Região dos Lagos
25ºmax
18ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Suspeitos: 304 Confirmados: 3297 Óbitos: 192
Suspeitos: 304 Confirmados: 3297 Óbitos: 192
Suspeitos:
Confirmados:
Óbitos:
Suspeitos Confirmados Óbitos
Araruama 274 658 42
Armação dos Búzios X 266 7
Arraial do Cabo 9 83 11
Cabo Frio X 1016 62
Iguaba Grande 13 218 20
São Pedro da Aldeia 1 528 19
Saquarema 7 528 31
Últimas notícias sobre a COVID-19
Maria Luísa

Caso Maria Luísa: testemunhas acusam condutor de infração

Nostradamus Pereira alega visão prejudicada por barcos

05 dezembro 2016 - 21h59Por Gabriel Tinoco | Fotos: Reprodução de TV
Caso Maria Luísa: testemunhas acusam condutor de infração

Em seu primeiro contato com a imprensa como titular da 126ª DP (Cabo Frio), o recém-nome­ado Renato Mariano dos Santos afirmou que aguarda o resultado dos laudos da morte da jovem Maria Luisa Santana Serra, 10 – decapitada por uma lancha, no último sábado, na Praia do Forte – ao Ministério Público. O autor do atropelamento, Nostradamus Pereira, 65, alega que duas em­barcações teriam atrapalhado sua visão no momento do aci­dente. No entanto, testemunhas afirmaram que o piloto desviou à esquerda – manobra não permi­tida pelas normas de navegação.

Se a perícia comprovar o erro na manobra, Nostradamus res­ponderá por homicídio culposo e por quatro lesões corporais graves, com o agravante de não ter prestado socorro. O delegado informou que os parentes da ví­tima fizeram um enterro em Rio das Ostras, onde Maria morava, com os restos do corpo.

– Ele disse que, quando ultra­passou essas embarcações, esta­va muito em cima. Ele aumentou a velocidade para tentar desviar, mas a manobra não teve sucesso. Já testemunhas relataram que o condutor fez um desvio à esquer­da. Isso é contrário às normas de navegações. O laudo deverá sair nessa semana. Resta juntar os laudos para encaminhar ao Mi­nistério Público para que seja dada continuidade no processo. Nossa função é coletar o maior número de provas para auxiliar. Todas as pessoas que deveriam ser ouvidas já prestaram depoi­mento – afirma o titular.

O acusado conseguiu ter um ha­beas corpus liberado pela Justiça.

– Ele está em liberdade pro­visória. Mas ele responde o pro­cesso em liberdade. O processo segue o seu curso normal – diz.

As outras duas vítimas, que não tiveram seus nomes revela­dos, foram liberadas do Hospital Central de Emergência (HCE), em São Cristóvão, e já até presta­ram depoimento à Polícia Civil.

O acidente chocou a Região dos Lagos. Nas redes sociais, os internautas pedem pela prisão de Nostradamus. Alguns deles, inclusive, teriam presenciado in­frações que quase ocasionaram atropelamentos. O delegado, no entanto, descartou que ele esti­vesse bêbado.

– Talvez o nervosismo dele no momento tenha gerado essa sen­sação. Mas o exame de alcoole­mia deu negativo.

As buscas pelos restos mortais da menina seguem incessantes em Cabo Frio. Na ação conjunta, 25 soldados do 18º Grupamento Bombeiro Militar, 12 agentes da Capitania dos Portos, três botes e três jet skis encontraram par­tes do corpo de Maria Luisa na manhã de ontem. A perícia, no entanto, ainda não identificou de qual parte se trata.

A lancha e a banana boat fo­ram apreendidas pela Capitania dos Portos. As embarcações fo­ram notificadas e os donos ga­nharam o prazo de oito dias para apresentar a defesa.

*Confira a matéria completa na edição de hoje da Folha dos Lagos