Assine Já
quarta, 08 de julho de 2020
Região dos Lagos
29ºmax
18ºmin
Mercado Tropical
TEMPO REAL Suspeitos: 307 Confirmados: 3144 Óbitos: 189
Suspeitos: 307 Confirmados: 3144 Óbitos: 189
Suspeitos:
Confirmados:
Óbitos:
Suspeitos Confirmados Óbitos
Araruama 261 601 41
Armação dos Búzios X 265 7
Arraial do Cabo 9 83 11
Cabo Frio X 959 61
Iguaba Grande 13 218 20
São Pedro da Aldeia 17 500 18
Saquarema 7 518 31
Últimas notícias sobre a COVID-19
capitão

 Capitão da Marinha é baleado após reagir assalto na Praia do Peró, em Cabo Frio

Militar é atingido na perna; moradores reclamam da falta de segurança no local

14 janeiro 2015 - 14h02
  Capitão da Marinha é baleado após reagir assalto na Praia do Peró, em Cabo Frio

Um capitão reformado da Marinha reagiu a um assalto na tarde de terça-feira (13) no Peró, em Cabo Frio, e foi baleado com três tiros na perna. O militar Paulo Sérgio Andrade Rodrigues, de 63 anos, ao ser abordado por quatro homens na Praia do Peró, tentou correr para fugir de um assalto. A vítima foi socorrida e levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Parque Burle. Os assaltantes não foram localizados.

Mesmo com a realização de patrulhamento mais ostensivo pelo local na manhã desta quarta-feira (14), os policiais militares não obtiveram êxito em identificar os autores do disparo. Os PMS tentaram levantar junto aos moradores do bairro, informações que levassem aos criminosos. As investigações também estão sendo realizadas pela 126ª DP (Cabo Frio), onde o registro da ocorrência foi feito. Alguns moradores vêm reiteradamente reclamando da pouca segurança no local e mesmo assim as Praias das Conchas e do Peró ficaram lotadas durante a manhã desta quarta-feira. Antes mesmo do meio-dia o acesso ao estacionamento da Praia das Conchas já estava fechado.

- Acho que este episódio não mudou muito a rotina dos frequentadores. Está tudo muito tranquilo e logo cedo o acesso ao estacionamento das Conchas Fo bloqueado devido ao número de pessoas que queriam aproveitar o dia de sol – disse o bancário carioca Carlos Jannuzzi.

Um morador do bairro que não quis se identificar comenta que na alta temporada, a tendência é aumentar a insegurança no bairro. Para ele com o aumento de concentração de pessoas e turistas em praias mais frequentadas, como a do Forte, o policiamente fica mais voltados para aquelas regiões e diminui o número de homensnas ações de policiamento. Um outro morador acredita por ser uma área mais deserta, já que o assaalto aconteceu na área das Dunas, a ação dos criminosos é mais facilitada.

- Há muitas pessoas que preferem ficar longe do tumulto e se refugiam em pontos mais calmos, com menos gente, e, às vezes, pagam alto pela tranquilidade. Ainda bem que ele (militar) não pagou com a vida após ser abordado - disse. 

O comandante do 25º BPM, coronel Ruy França, disse que irá estabelecer providências com relação à ocorrência do militar reformado.