Assine Já
terça, 24 de novembro de 2020
Região dos Lagos
25ºmax
18ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 11693 Óbitos: 534
Confirmados Óbitos
Araruama 2347 117
Armação dos Búzios 1025 16
Arraial do Cabo 364 16
Cabo Frio 3625 181
Iguaba Grande 1069 40
São Pedro da Aldeia 1801 75
Saquarema 1462 89
Últimas notícias sobre a COVID-19
Capitania dos Porto

Capitania dos Portos tem novo comandante

Rogério Soares assume vaga de Jonas de Oliveira

18 janeiro 2017 - 07h39Por Texto e foto: Gabriel Tinoco
Capitania dos Portos tem novo comandante
Em cerimônia solene, o capi­tão-tenente Rogério Soares as­sumiu o posto de comandante da Capitania dos Portos de Cabo Frio, substituindo o ex-coman­dante Jonas Machado de Olivei­ra. O evento aconteceu na sede da Capitania, na Gamboa, na manhã de ontem, e teve a presença de autoridades como o comandante do 25º BPM, André Henrique de Oliveira, e a delegada da 132ª DP (Arraial), Flávia Monteiro.

O currículo de Rogério Soa­res é extenso. Ele servia na Base Aeronaval do Rio de Janeiro e já trabalhou em importantes acon­tecimentos mundiais, como o auxílio nas buscas no acidente do Airbus na França, além de missões de paz no Haiti.

Já Jonas de Oliveira deixa o posto dois anos depois de o ter assumido. Em janeiro de 2015, ele saiu da unidade de São Pe­dro para assumir o comando em Cabo Frio e, agora, vai integrar a equipe da Capitania em Macaé, mas não como comandante.

De acordo com ele, o novo comandante terá duas missões principais para manter o traba­lho feito pela última gestão:

– O trabalho foi realizado da melhor forma possível. Foi feito dentro das restrições orçamen­tárias. O principal desafio do novo comando é manter o con­tato estreito com a comunidade marítima local. Além disso, ele deve manter a participação nos eventos da Marinha do Brasil – explica Jonas.

O antigo comandante também não vê problemas na troca de co­mando em plena alta temporada, quando o número de ocorrên­cias aumenta consideravelmen­te, porque o substituto teve uma etapa de preparação.

– Hoje, estamos com a Ope­ração Verão, que dura até o dia primeiro de março. Com isso, teremos um número maior de embarcações para atender à de­manda. Não há problemas nele (Rogério) assumir em plena alta temporada. Ele passou um perí­odo de um mês aqui na Capita­nia para se acostumar – disse.

Jonas afirma ainda que Rogé­rio será capaz de colaborar com as investigações do caso da me­nina Maria Luisa Serra, de dez anos, que foi decapitada por uma lancha em dezembro. O caso está tramitando na Justiça após inves­tigação da 126ª DP (Cabo Frio)

– O inquérito está em curso. Foram ouvidas 17 testemunhas. Passarei a presidência do inqué­rito para o capitão conduzir. Ele já esta a par do processo – fina­liza o antigo comandante.