Assine Já
quinta, 26 de novembro de 2020
Região dos Lagos
29ºmax
19ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 11817 Óbitos: 538
Confirmados Óbitos
Araruama 2355 117
Armação dos Búzios 1070 16
Arraial do Cabo 388 16
Cabo Frio 3625 181
Iguaba Grande 1107 40
São Pedro da Aldeia 1801 76
Saquarema 1471 92
Últimas notícias sobre a COVID-19
Búzios

Candidatos de Búzios têm até sexta (26) para resolver pendências com TRE

Entre os intimados estão os prefeitáveis Mirinho Braga (PDT) e Felipe Lopes (DEM)

25 agosto 2016 - 09h52Por Redação I Foto: Divulgação
Candidatos de Búzios têm até sexta (26) para resolver pendências com TRE

RIGOR – Villas (centro) quer que candidatos buzianos andem na linha

Pelo menos seis pesos-pesados da política buziana precisam se apressar, caso não queiram ter problemas com a Justiça Eleitoral e disputar normalmente as eleições municipais de outubro.

Por determinação do juiz da 172ª Zona Eleitoral (Armação dos Búzios), Marcelo Villas, os candidatos a prefeito Mirinho Braga (PDT) e Felipe Lopes (DEM), seus respectivos companheiros de chapa Genílson Drumond (DEM) e Leandro Pereira (PDT) e os candidatos a vereador Assis (PSC) e Messias Carvalho (PP) têm até amanhã para resolver pendências burocráticas a fim de confirmar os respectivos registros junto ao TRE.

Entre os documentos que não foram entregues, dependendo do caso, estão certidões de escolaridade, declaração de bens, certidões da Justiça Federal e Estadual, quitação de multas eleitorais, nada consta de inelegibilidade e até mesmo documentos de identidade e registro de convenção partidária.

O prazo dado pelo juiz foi de 72 horas, contadas a partir da data da intimação. Além desses, outros 27 candidatos a vereador têm somente hoje para ficar quites com a Justiça Eleitoral, caso não queiram ficar de fora da disputa de outubro próximo. Entre esses, um dos principais nomes é o também candidato à reeleição para a Câmara Municipal Lorram Silveira (PP).

Considerado ‘linha-dura’, por causa do rigor, o juiz Marcelo Villas foi procurado pela reportagem para falar sobre o assunto, mas não retornou a ligação até o fechamento desta edição.