Assine Já
sábado, 15 de agosto de 2020
Região dos Lagos
29ºmax
18ºmin
Alerj
Alerj
TEMPO REAL Confirmados: 5271 Óbitos: 305
Confirmados Óbitos
Araruama 846 62
Armação dos Búzios 388 9
Arraial do Cabo 132 12
Cabo Frio 1751 100
Iguaba Grande 427 26
São Pedro da Aldeia 796 44
Saquarema 931 52
Últimas notícias sobre a COVID-19
Cabo Frio

Campanha do Dia Mundial da Diabetes alerta para a prevenção

Ação vai acontecer neste sábado (14); Cabo Frio não vai realizar atividades

10 novembro 2015 - 09h31Por Nicia Carvalho

No próximo sábado, dia 14, é ce­lebrado o Dia Mundial do Diabetes. Para alertar sobre a importância da prevenção, a Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD) promove cam­panha de conscientização no país. Em Cabo Frio, a secretaria de Saúde não irá realizar nenhuma atividade específica em alusão à data. No en­tanto, várias cidades do país se mo­bilizam com diversas ações, inclusi­ve com iluminação de monumentos na cor azul.

Segundo dados da Federação In­ternacional de Diabetes, que organi­za a campanha pelo mundo, mais de 400 milhões de pessoas no planeta têm a doença. No Brasil, de acordo com informações dadas pelo Minis­tério da Saúde, são 500 novos casos por dia e atualmente 14 milhões de pessoas têm a doença. Diante deste panorama, o principal objetivo da campanha é alertar para os cuidados com controle da alimentação e práti­ca de atividades físicas, que, segun­do especialistas, ajudam a prevenir a doença do tipo 2, responsável por 90% dos casos e único que pode ser evitado.

Entre as atividades que serão ofe­recidas estão medida da glicemia capilar, exames oftalmológicos e outros. Atualmente, cerca de 160 países participam da campanha e segundo dados da Organização Mundial da Saúde, a estimativa é de que o número de pessoas com a doença dobre em uma década no planeta, caso medidas de prevenção não sejam implementadas.

Principais sintomas – O diabe­tes tipo 2 é o mais comum entre os sintomas, o paciente pode apresen­tar quadro de infecções constantes, vista embaçada, dificuldade de cica­trização de feridas, além de formi­gamento nos pés e furúnculos.

Para prevenir, especialistas re­comendam alimentação saudável equilibrada com atividades físicas regulares. No Brasil, os valores de referência para medição de glicose são entre 75 a abaixo de 100mg/dl em jejum (miligramas de glicose por decilitro de sangue). 

Ministério libera recursos para nefrologia

O Ministério da Saúde liberou recursos de R$ 99 milhões para es­tados e o Distrito Federal para in­vestimentos em nefrologia. O obje­tivo é ampliar os serviços oferecido pelo Sistema Único de Saúde (SUS) como diálise e hemodiálise, este úl­timo inclui também para portadores de HIV e pacientes pediátricos. Ao todo, o valor anual liberado para ampliação dos serviços de média e alta complexidade na área é de R$ 2,7 bilhões.

Por meio do SUS, os pacientes têm tratamentos de insuficiência re­nal crônica, além de manutenção e acompanhamento domiciliar de pa­cientes submetido à diálise. Segun­do dados levantados pelo Ministério da Saúde, a estimativa é de que 104 mil pacientes são mantidos em ser­viços de diálise na rede pública, dos quais 92% fazem hemodiálise.

Ampliação de serviços – Segun­do dados do Ministério da Saúde entre 2010 e 2014 houve aumento de 4,9% na quantidade de serviços habilitados pelo governo federal para realizar transplantes no país, passando de 740 para 776. Em todo o país, a rede de atendimento em transplantes é formada, atualmen­te, por 27 Centrais Estaduais de Transplantes, uma em cada estado e no Distrito Federal, além de câma­ras técnicas nacionais, 510 centros de transplantes, 1.113 equipes de Transplantes e 70 organizações de procura de órgãos.