Assine Já
sábado, 24 de outubro de 2020
Região dos Lagos
27ºmax
17ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 9419 Óbitos: 486
Confirmados Óbitos
Araruama 1914 111
Armação dos Búzios 582 10
Arraial do Cabo 298 15
Cabo Frio 3084 168
Iguaba Grande 826 38
São Pedro da Aldeia 1456 71
Saquarema 1259 73
Últimas notícias sobre a COVID-19
Cabo Frio

Campanha do Dia Mundial da Diabetes alerta para a prevenção

Ação vai acontecer neste sábado (14); Cabo Frio não vai realizar atividades

10 novembro 2015 - 09h31Por Nicia Carvalho

No próximo sábado, dia 14, é ce­lebrado o Dia Mundial do Diabetes. Para alertar sobre a importância da prevenção, a Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD) promove cam­panha de conscientização no país. Em Cabo Frio, a secretaria de Saúde não irá realizar nenhuma atividade específica em alusão à data. No en­tanto, várias cidades do país se mo­bilizam com diversas ações, inclusi­ve com iluminação de monumentos na cor azul.

Segundo dados da Federação In­ternacional de Diabetes, que organi­za a campanha pelo mundo, mais de 400 milhões de pessoas no planeta têm a doença. No Brasil, de acordo com informações dadas pelo Minis­tério da Saúde, são 500 novos casos por dia e atualmente 14 milhões de pessoas têm a doença. Diante deste panorama, o principal objetivo da campanha é alertar para os cuidados com controle da alimentação e práti­ca de atividades físicas, que, segun­do especialistas, ajudam a prevenir a doença do tipo 2, responsável por 90% dos casos e único que pode ser evitado.

Entre as atividades que serão ofe­recidas estão medida da glicemia capilar, exames oftalmológicos e outros. Atualmente, cerca de 160 países participam da campanha e segundo dados da Organização Mundial da Saúde, a estimativa é de que o número de pessoas com a doença dobre em uma década no planeta, caso medidas de prevenção não sejam implementadas.

Principais sintomas – O diabe­tes tipo 2 é o mais comum entre os sintomas, o paciente pode apresen­tar quadro de infecções constantes, vista embaçada, dificuldade de cica­trização de feridas, além de formi­gamento nos pés e furúnculos.

Para prevenir, especialistas re­comendam alimentação saudável equilibrada com atividades físicas regulares. No Brasil, os valores de referência para medição de glicose são entre 75 a abaixo de 100mg/dl em jejum (miligramas de glicose por decilitro de sangue). 

Ministério libera recursos para nefrologia

O Ministério da Saúde liberou recursos de R$ 99 milhões para es­tados e o Distrito Federal para in­vestimentos em nefrologia. O obje­tivo é ampliar os serviços oferecido pelo Sistema Único de Saúde (SUS) como diálise e hemodiálise, este úl­timo inclui também para portadores de HIV e pacientes pediátricos. Ao todo, o valor anual liberado para ampliação dos serviços de média e alta complexidade na área é de R$ 2,7 bilhões.

Por meio do SUS, os pacientes têm tratamentos de insuficiência re­nal crônica, além de manutenção e acompanhamento domiciliar de pa­cientes submetido à diálise. Segun­do dados levantados pelo Ministério da Saúde, a estimativa é de que 104 mil pacientes são mantidos em ser­viços de diálise na rede pública, dos quais 92% fazem hemodiálise.

Ampliação de serviços – Segun­do dados do Ministério da Saúde entre 2010 e 2014 houve aumento de 4,9% na quantidade de serviços habilitados pelo governo federal para realizar transplantes no país, passando de 740 para 776. Em todo o país, a rede de atendimento em transplantes é formada, atualmen­te, por 27 Centrais Estaduais de Transplantes, uma em cada estado e no Distrito Federal, além de câma­ras técnicas nacionais, 510 centros de transplantes, 1.113 equipes de Transplantes e 70 organizações de procura de órgãos.