Assine Já
quarta, 15 de julho de 2020
Região dos Lagos
20ºmax
14ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 3507 Óbitos: 202
Confirmados Óbitos
Araruama 671 42
Armação dos Búzios 288 8
Arraial do Cabo 88 11
Cabo Frio 1067 66
Iguaba Grande 257 20
São Pedro da Aldeia 537 20
Saquarema 599 35
Últimas notícias sobre a COVID-19
camara municipal

Câmara nega requerimentos para investigação na Saúde

Petição de Aquiles Barreto (SD) foi derrotada por 13 vereadores

20 maio 2015 - 09h05
Câmara nega requerimentos para investigação na Saúde

Por 13 votos contra, dois a favor e uma abstenção, a Câmara de Cabo Frio derrubou requerimento do vereador Aquiles Barreto (SD) que solicitava dados oficiais sobre contratos com fornecedores, condições estruturais e de equipamentos, além de critérios adotados para as demissões na Saúde. Por conta disso, junto com Celso Campista (PSB), Aquiles encaminha hoje ofício à Prefeitura para participar das inspeções aos hospitais. A Câmara já havia negado anteriormente o pedido de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI).

– Os vereadores sobem à tribuna para dar basta nos discursos, pedem ação e transparência, mas na hora de votar, fica tudo na mesma. Não tive essas informações, então, ao menos, quero exercer meu direito de fiscalizar e participar das inspeções – afirmou Aquiles.

O vereador Celso Campista criticou a ausência de vereadores da comissão e também o mau uso dos recursos dos royalties. Ele comparou o resultado da aplicação da verba em Cabo Frio e Rio das Ostras.

– Se ele (prefeito) quer transparência, deveria ter vindo a esta casa para formar a comissão, mas esta Casa não acompanha (as inspeções), então não tem grande valia. Estamos aqui para fiscalizar e o papel do vereador foi tomado – disse.

Já o líder do governo na Câmara, vereador Taylor Jasmim (PRB), ao usar a tribuna esvaziou a solicitação de Aquiles e ainda a classificou como oportunista. Taylor reiterou a posição do prefeito Alair Corrêa (PP) de investigar junto com o Ministério Público.

– Não tem razão de ser (o requerimento). Vários vereadores usaram a tribuna para se queixar e pedir medidas e assim o prefeito está fazendo. Atualmente não é cabível o pedido. Vamos derrubar – conclamou aos pares.

O vereador Vinícius Corrêa (PP) reclamou da falha no repasse do governo do estado, no valor de R$ 600 mil, para manutenção das Upas do Parque Burle e de Tamoio. Segundo ele, desde janeiro a verba não chega aos cofres municipais.

Estado na berlinda com

Delegacia de Tamoios

Além das questões envolvendo a saúde cabofriense, o terreno que abrigaria a Delegacia Legal de Tamoios, que possui 1.440m², também foi alvo de questionamentos na sessão de ontem. Ao usar a tribuna, Vinícius Corrêa criticou o parecer técnico feito pela chefia da Polícia Civil, que justificou a recusa da área em função de a mesma estar dentro de um loteamento.

– O terreno é plano, perfeito. Em outras cidades tem que procurar para achar a delegacia e aqui todo mundo tem acesso. O deputado estadual Janio Mendes sabe disso? Vamos engolir ou ele também como vice-líder do governo estadual vai pedir para rever? Desculpa esfarrapada, esdrúxula, assim como foi com o batalhão – disparou.

Segundo o deputado estadual Janio Mendes (PDT), “quem indicou o terreno para construção da delegacia foi um servidor da Prefeitura”. Ele afirmou ainda que o coordenador do Programa Delegacia Legal, César Campos, disse, na sexta, que o Estado pede para que seja aberta servidão no Condomínio Long Beach para ter acesso à RJ-106.