Assine Já
quinta, 21 de janeiro de 2021
Região dos Lagos
29ºmax
22ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 21341 Óbitos: 711
Confirmados Óbitos
Araruama 5363 160
Armação dos Búzios 2875 30
Arraial do Cabo 651 33
Cabo Frio 5750 231
Iguaba Grande 1988 50
São Pedro da Aldeia 3048 106
Saquarema 1666 101
Últimas notícias sobre a COVID-19
contas

Câmara deve votar contas de Marquinho nesta terça-feira

Ex-prefeito vai precisar de 12 votos para reverter parecer contrário

08 julho 2019 - 21h24Por Redacao I Arquivo Folha
Câmara deve votar contas de Marquinho nesta terça-feira

A Câmara Municipal de Cabo Frio deve fazer nesta terça-feira (9) a votação das contas municipais de 2017, da gestão do ex-prefeito Marquinho Mendes. O balanço financeiro daquele ano foi reprovado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-RJ).

Como a Comissão de Finanças, Orçamento e Alienação da Câmara seguiu o parecer contrário o TCE-RJ, Marquinho vai precisar do voto de dois terços da Casa, ou seja, de 12 vereadores, para escapar da reprovação e de ficar inelegível por oito anos, ao menos, por esse motivo, afinal ele já cumpre pena por condenação na Justiça Eleitoral, por abuso de poder nas eleições de 2016.

Em todas as declarações que fez até agora, o ex-prefeito tem manifestado otimismo pela aprovação das contas. De qualquer forma, ele anda próximo dos parlamentares, a maioria da  base de apoio do seu governo, entre janeiro de 2017 e abril de 2018. Na semana passada, durante comemoração do aniversário do presidente da Câmara, Luis Geraldo (PRB), Marquinho esteve presente, mostrando proximidade do Legislativo.

Entre os problemas encontrados nas contas estão o pedido de créditos adicionais de R$ 5,3 milhões sem que se apontasse a fonte de receita, bem como 29 impropriedades, entre elas, o déficit de mais de R$ 2,2 milhões e o uso de 66% da receita corrente líquida para pagar a folha de pessoal, o que contraria a Lei de Responsabilidade Fiscal.