Assine Já
sexta, 22 de janeiro de 2021
Região dos Lagos
28ºmax
21ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 21341 Óbitos: 711
Confirmados Óbitos
Araruama 5363 160
Armação dos Búzios 2875 30
Arraial do Cabo 651 33
Cabo Frio 5750 231
Iguaba Grande 1988 50
São Pedro da Aldeia 3048 106
Saquarema 1666 101
Últimas notícias sobre a COVID-19
camara

Câmara de Arraial faz moção de repúdio ao Princesa

Moradores afirmam que preços na unidade cabista são mais caros do que em outras cidades

21 junho 2017 - 09h49
Câmara de Arraial faz moção de repúdio ao Princesa

Uma moção de repúdio pelos preços abusivos cobrados aos consumidores. Eis o castigo recebido pelo Supermercado Princesa de Arraial do Cabo, ontem, na Câmara Municipal. Há meses a população da cidade reclama de que os preços cobrados na unidade do município são mais caros do que os praticados em outras cidades, como em Cabo Frio. Através das redes sociais, uma campanha contra o mercado vem sendo feita.

Para o dentista Lucas Agualusa, 25, sai mais em conta comprar em mercados até fora da região.

– Imagino que os preços sejam mais caros por conta do transporte dos produtos que vem de longe. Mas a falta de concorrência acaba fazendo com que o princesa cobre preços abusivos. Nos mercados de menor porte faltam produtos e o Princesa cobra o preço que bem entende. Às vezes, sai mais barato sair daqui pra fazer compras no Rio ou em Niterói – dispara.

Câmara – Na sessão de ontem, o vereador Spencer apresentou a matéria ao plenário, que aprovou o repúdio por unanimidade.

– É inadmissível que uma empresa detentora de três mercados na cidade descumpra as leis e ainda tenha a prática de preços abusivos – argumenta Sppencer.

O Procon de Arraial do Cabo já registrou duas reclamações oficiais contra o Princesa por preços abusivos. O superintendente Executivo do órgão, Márcio Lisboa, afirma que muitas reclamações chegam pelas redes sociais.

– Nós estamos tomando medidas para que o Princesa se adeque às normas. Ela (a rede) tem unidades em outros municípios e não pode colocar no encarte do mesmo produto preços diferenciados. Mas estivemos em outros mercados da rede e não vimos essa diferença – comenta o superintendente.

Em nota, o mercado se defendeu: “A loja opera com cerca de 7000 diferentes ítens e não temos a pretensão de dizer que vendemos tudo mais barato, contudo podemos afirmar que ninguém vende tudo mais barato que seus concorrentes. Fazer comparações de preços com três ou quatro ítens escolhidos a dedo para afirmar que a loja vende caro é falacioso e denota intenção de politizar o tema.”