Assine Já
terça, 24 de novembro de 2020
Região dos Lagos
25ºmax
18ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 11377 Óbitos: 530
Confirmados Óbitos
Araruama 2262 116
Armação dos Búzios 1000 16
Arraial do Cabo 364 16
Cabo Frio 3609 179
Iguaba Grande 1034 39
São Pedro da Aldeia 1693 75
Saquarema 1415 89
Últimas notícias sobre a COVID-19
asfalto

Cabo Frio terá 200 toneladas de asfalto para tapar buracos nas ruas

Governo do Estado autorizou doação, que foi anunciada durante o Cidade Viva

08 julho 2017 - 15h33Por Texto e foto: Rodrigo Branco
Cabo Frio terá 200 toneladas de asfalto para tapar buracos nas ruas

Deputado Janio Mendes intermediou pedido junto ao Departamento de Estradas e Rodagem (DER-RJ)

Em breve, a Prefeitura de Cabo Frio receberá do Departamento de Estradas e Rodagem (DER-RJ) 200 toneladas de massa asfáltica, o que equivale a 20 caminhões cheios, para tapar os buracos da cidade. A informação foi dada ontem pelo deputado estadual Janio Mendes (PDT), durante o painel do Cidade Viva, que tratou dos Serviços Públicos.

– A única coisa que o Estado atende aos municípios, hoje, é massa asfáltica – afirma Janio, que intermediou a doação.

Contudo, o encontro realizado no auditório da Folha, no Centro, serviu para tratar de outros assuntos, sobretudo a questão do saneamento básico, ponto ainda considerado falho em vários pontos da cidade. O diretor de Comunicação da Prolagos, Ricardo Azevedo, disse que deve haver parceria entre a empresa, o poder público e a população, mas que cada um deve ser responsável pela sua parte. Segundo ele, a manutenção da rede de drenagem, por exemplo, é de responsabilidade dos municípios.

– Essa obrigação (saneamento) tem que ser de todos, porque é um assunto muito delicado – comentou.

Presidente da Associação dos Moradores da Praia do Siqueira e das Palmeiras, João Brito, falou da importância da participação comunitária.

– A reunião de hoje fez uma provocação entre a demanda da sociedade e o serviço oferecido pela gestão pública. A cada dia, essa demanda aumenta devido à precariedade que o município estava há poucos meses – diz.

Um fato destacado pelos presentes é a necessidade da cidade aumentar a arrecadação de ICMS Verde para financiar obras de saneamento. O recurso é obtido por meio de ações ambientais, como reflorestamento e implantação da coleta seletiva de lixo. Todavia, a Prefeitura sequer mandou representantes para debater o assunto. Representando o poder municipal, apenas o subsecretário de Turismo, Fernando do Comilão.