Assine Já
sexta, 26 de fevereiro de 2021
Região dos Lagos
27ºmax
21ºmin
Tropical
Tropical mobile
TEMPO REAL Confirmados: 26253 Óbitos: 906
Confirmados Óbitos
Araruama 6711 182
Armação dos Búzios 3187 32
Arraial do Cabo 844 37
Cabo Frio 7166 347
Iguaba Grande 2484 54
São Pedro da Aldeia 3486 126
Saquarema 2375 128
Últimas notícias sobre a COVID-19
'CANETADOS'

Cabo Frio soma mais de 700 ocorrências por descumprimento dos decretos de isolamento

Maio é o mês com maior incidência de notificações e multas, com 193 e 33, respectivamente

21 junho 2020 - 11h38Por Redação
Aos leitores - A imagem que ilustrava esta reportagem foi excluída em atendimento à solicitação do restaurante José Mar Restaurante Ltda. A fotografia fora encaminhada à imprensa através da assessoria de comunicação da Prefeitura de Cabo Frio, cuja secretaria de Ordem Pública realizou as operações citadas na reportagem. A redação do jornal cortou a placa de identificação do estabelecimento em sua postagem. Ainda assim, o jornal decidiu retirar a imagem do site após justificativa do estabelecimento de que "não se encontra descumprindo as normas editadas pelo Município de Cabo Frio conforme subentendido na notícia" e que "nunca foi notificado ou multado".

 

A Secretaria de Ordem Pública de Cabo Frio contabiliza 706 ocorrências por descumprimento aos decretos municipais de combate e prevenção à pandemia da Covid-19. As medidas começaram a ser adotadas no município em 13 de março e, desde então, as equipes emitiram 636 notificações e 70 multas. Maio é o mês com maior incidência, sendo 193 e 33, respectivamente.
 
De acordo com levantamento da Secretaria de Ordem Pública, a partir da implantação, em maio, da Zona Laranja, que prevê a reabertura gradual da economia por meio de diretrizes do Plano de Controle e Ação (PCA) e do Índice Geral de Controle (IGC), as principais ocorrências foram distanciamento de mesas, suspensão de permissionários e atendimento ao público.
 
As áreas de maior incidência foram Centro, na Avenida do Contorno, Praça da Cidadania e Rua Jonas Garcia; Jardim Flamboyant, na altura da Praça da Rodoviária; Palmeiras, nas Ruas Irmã Josefina da Veiga e Porto Alegre; Parque Burle, na Rua Los Angeles; São Cristóvão, na praça de mesmo nome; na Passagem, na altura da Avenida Assunção, e na Praia do Forte, incluindo Dunas e Canto do Forte.
 
O relaxamento nas medidas ocorre por zona cromática e o município adota iniciativas da Zona Laranja em caráter experimental pelo prazo de 14 dias a contar da data da publicação do decreto, conforme acordado com o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) e segundo diretrizes do PCA e do IGC. Importante ressaltar que a classificação da cidade em áreas por cor é atualizada diariamente pelo Gabinete de Gestão de Crise de acordo com a evolução da pandemia. Nesta sexta (20), foi mantida a Zona Laranja e as regras de funcionamento do comércio que vigoraram nos últimos 14 dias.
 
Desta forma, estão mantidos o uso obrigatório de máscaras ao sair de casa, exceto para pessoas que sofrem de patologias respiratórias e àquelas pessoas com deficiência. Mas é necessário que apresentem documento médico que ateste o risco ou inadaptação às máscaras nos casos especificados; e o serviço de barreira sanitária. 

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.