Assine Já
sexta, 18 de setembro de 2020
Região dos Lagos
30ºmax
18ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 7728 Óbitos: 407
Confirmados Óbitos
Araruama 1514 100
Armação dos Búzios 468 10
Arraial do Cabo 215 13
Cabo Frio 2528 136
Iguaba Grande 640 34
São Pedro da Aldeia 1213 50
Saquarema 1150 64
Últimas notícias sobre a COVID-19
sindcalistas

Cabo Frio marca presença em protesto contra reforma da previdência

Sindicalistas estiveram na Cinelândia para contestar a nova regraR$

16 março 2017 - 02h45
Cabo Frio marca presença em protesto contra reforma da previdência

 O Sepe-Lagos levou cerca de 50 profissionais da Educação de Cabo Frio ao protesto contra a Reforma da Previdência propos­ta pelo presidente Michel Temer (PMDB). Por conta da manifes­tação, que ocorreu na tarde de ontem na Candelária, no centro

 Veto do Rio de Janeiro, não houve aula na Rede Pública de Ensino.

Os profissionais da Saúde, que estavam se organizando para marcar presença no protesto, acabaram não comparecendo.

– Os professores perderão sua aposentadoria especial. Sem contar que exigir 49 anos de contribuição é completamente inviável – disse a sindicalista Denise Teixeira.

A proposta exige que trabalha­dores homens e mulheres tenham o mesmo tempo de contribuição (49 anos). O presidente Michel Temer (PMDB) argumentou, na tarde de ontem, que o projeto salvará a Previdência do colapso.

– Não queremos que o Bra­sil tenha de fazer o que fez Portugal, ou seja, cortar salá­rio de pessoas na ativa e de aposentados, ao mesmo tem­po em que elevava a idade mí­nima para 66 anos e elimina­va o décimo terceiro salário. Não queremos chegar a esse ponto. Não podemos fazer uma coisa modestíssima ago­ra para daqui a 4 ou 5 anos termos de fazer como Portugal, Espanha e Grécia, que tiveram de fazer um corte muito maior porque não preveniram o futuro.