Assine Já
terça, 07 de julho de 2020
Região dos Lagos
26ºmax
18ºmin
Mercado Tropical
TEMPO REAL Suspeitos: 309 Confirmados: 3115 Óbitos: 187
Suspeitos: 309 Confirmados: 3115 Óbitos: 187
Suspeitos:
Confirmados:
Óbitos:
Suspeitos Confirmados Óbitos
Araruama 254 597 40
Armação dos Búzios X 265 7
Arraial do Cabo 9 83 11
Cabo Frio X 959 61
Iguaba Grande 13 218 20
São Pedro da Aldeia 17 500 18
Saquarema 16 493 30
Últimas notícias sobre a COVID-19
PEC

Cabo Frio e outros municípios fluminenses podem ter reforço no caixa

PEC propõe que imposto cobrado nas operações com cartão fique na cidade

29 outubro 2015 - 09h39Por Rodrigo Branco

Em tempos de recursos min­guados, uma proposta de altera­ção da Constituição Estadual na Assembleia Legislativa pode tra­zer alívio para os cofres de Cabo Frio e dos demais municípios flu­minenses. A PEC 28/2012, que prevê a cobrança do Imposto so­bre Serviços (ISS) nas operações com cartões de crédito e débito seja feita na cidade onde é a com­pra é realizada, acaba de ser apro­vada em dois turnos no plenário da Alerj. A decisão agora vai para promulgação da Mesa Diretora.

O objetivo da emenda elabo­rada ainda na legislatura passa­da pelos deputados Rosenverg Reis (PMDB) e Bernardo Rossi (PMDB), hoje secretário esta­dual de Habitação, é integrar os bancos de dados do Estado e dos municípios sobre o trânsito de mercadorias e produtos a fim de evitar a evasão fiscal. Com isso, os municípios passarão a ser avi­sados pela secretaria de Fazenda sobre as transações realizadas e poderão tributar internamente a alíquota de 5% do ISS já no ano que vem. Hoje, esses recursos ficam retidos nas cidades-sede das operadoras, como Barueri, na grande São Paulo.

Mas para isso, a Câmara terá que aprovar mudança no Código Tributário Municipal com a pre­visão da nova receita.

– As administradoras de cartões, por registrarem sedes vir­tuais predominantemente em municípios paulistas, ao invés de pagar à fazenda do local onde é feita a venda, recolhem impostos como ISS a outras cidades inde­vidamente – afirmam os deputa­dos na justificativa da PEC.

 

*Leia a matéria completa na edição impressa desta quinta-feira (29)