Assine Já
segunda, 25 de outubro de 2021
Região dos Lagos
22ºmax
19ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 52262 Óbitos: 2141
Confirmados Óbitos
Araruama 12321 438
Armação dos Búzios 6516 72
Arraial do Cabo 1720 92
Cabo Frio 14721 876
Iguaba Grande 5469 140
São Pedro da Aldeia 6984 288
Saquarema 4531 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
Geral

Búzios: arquiteto Octávio Raja Gabaglia defende contrução de rodoviária no bairro São José

24 agosto 2021 - 17h21Por Redação

Na discussão para escolha do melhor bairro para construção do terminal rodoviário de Búzios, São José ou Rasa, o arquiteto e urbanista Octávio Raja Gabaglia levanta a bandeira de São José. Ele destaca alguns atributos que favorecem a construção no local, entre elas o tamanho da área disponível para o terminal rodoviário e o projeto de implantação de um eixo principal de acesso para melhoria na fluidez do trânsito do balneário. O Plano Rodoviário, que consta no Plano Diretor, aprovado em 2006, prevê o acesso iniciando no bairro Maria Joaquina, cortando por uma estrada que se une a outra via conhecida como “Estrada da Fazendinha”, saindo então na RJ-102 (Búzios x Cabo Frio), no bairro Baía Formosa, onde continua o acesso até onde ficaria o terminal, no bairro São José.

Segundo o arquiteto, há a disponibilidade de 20 mil metros quadrados de área para o novo terminal, Ele ainda conta que, quando secretário de Desenvolvimento Urbano do município em 2020, teve a afirmativa do presidente de Alerj, deputado André Ceciliano, sobre uma verba liberada por meio de uma emenda parlamenta para construção dessa estrada. A Prefeitura de Búzios chegou a expor a proposta de uma nova rodoviária no bairro Rasa. Depois, o próprio prefeito, Alexandre Martins, realizou enquete popular em sua página do Facebook para que os moradores escolhessem o local do novo terminal. A votação foi iniciada 11 dias após o Ministério Público do Rio de Janeiro requerer retirada de pauta projetos que alterem o Plano Diretor, devido à desatualização do documento.

O debate sobre o melhor lugar para construção estava programado para o mês de agosto, mas a Câmara suspendeu as audiências públicas cumprindo a recomendação do MPRJ. Octávio explicou que a decisão de construir o terminal no bairro Rasa é equivocada, porque a entrada de Búzios pela RJ 102, para quem vem do Rio de Janeiro ou Macaé, foi construída através de ruas de loteamentos diversos, “não preparadas para receber o volume de tráfego que por elas flui, e, além disso, são estreitas para uma rodovia, com caixa de 7 metros no máximo, na maior parte sem acostamentos”. Outro problema apontado pelo arquiteto é a vida de quem vive à margem da RJ 102, que "deve ser absolutamente insegura e infernal".

Entre as diretrizes do Plano Rodoviário também estão: a criação da via alternativa, na área da península, visando atender à sazonalidade da atividade turística e servir de eixo de interligação entre os Bairros Ferradura, Geribá, Cem Braças e São José; a criação de malha cicloviária, possibilitando a circulação das bicicletas com segurança, em vias exclusivas e prevendo sua integração com os pontos de parada do transporte público e com as áreas de estacionamento de veículos; e oferta de vias de qualidade para a circulação de pedestres, pavimentadas, sinalizadas e arborizadas, adaptadas aos portadores de necessidades especiais, e estabelecimento de áreas exclusivas para pedestres no Centro da cidade, de acordo com projeto de requalificação da área central.

Octavio reforça que com a rodoviária no bairro Rasa haverá uma movimentação ainda maior no interior do bairro, o que irá prejudicar a vida do morador, com o aumento do fluxo de veículos, tendo como consequência até um possível aumento do número de acidentes. “ A modificação do traçado passando pelo Brejo da Malhada até alcançar a estrada da Baía Formosa, seguindo sobre esta até encontrar a divisa de Cabo Frio-Búzios, resolveria todos esses problemas. Se não tivesse outra alternativa seria ruim, tendo é lamentável”, sentencia.

Mudança do Plano Diretor

As discussões sobre o melhor lugar para a nova rodoviária estão sendo realizadas na Câmara de Vereadores. O prefeito Alexandre Martins enviou ao legislativo o Projeto de Lei Complementar (PLC), em que propôs a mudança da rodoviária para o bairro Rasa, à princípio sem apresentação de nenhum estudo técnico feito por instituições especializadas.

A mensagem está no Conselho de Constituição e Justiça (CCJ) para apreciação. Sobre Octavio Raja Gabalia Octavio Raja Gabalia, ou Otavinho, é reconhecido internacionalmente pelo trabalho como arquiteto e urbanista, principalmente, por criar e defender o “Estilo de Búzios”. Ele criou a famosa Rua das Pedras e estabeleceu uma norma não escrita, que, décadas após, foi transformada em lei, no qual, não é permitido mais de dois andares. Desta forma, protegeu a harmonia das construções com a paisagem que Búzios oferece.

Sobre Octavio Raja Gabalia

Octavio Raja Gabalia, ou Otavinho, é reconhecido internacionalmente pelo trabalho como arquiteto e urbanista, principalmente, por criar e defender o “Estilo de Búzios”. Ele criou a famosa Rua das Pedras e estabeleceu uma norma não escrita, que, décadas após, foi transformada em lei, na qual não são permitidas edificações com mais de dois andares. Desta forma, protegeu a harmonia das construções com a paisagem que Búzios oferece.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.