Assine Já
segunda, 02 de agosto de 2021
Região dos Lagos
21ºmax
12ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 46303 Óbitos: 1873
Confirmados Óbitos
Araruama 11418 357
Armação dos Búzios 5492 58
Arraial do Cabo 1574 87
Cabo Frio 12663 757
Iguaba Grande 4763 115
São Pedro da Aldeia 6144 273
Saquarema 4249 226
Últimas notícias sobre a COVID-19
Cabo Frio

Boulevard Bohemio traz ritmo da esperança

​Com otimismo deixado pelo evento, empresários unificam discurso por revitalização

06 agosto 2019 - 14h39Por Redação I Foto: divulgação
Boulevard Bohemio traz ritmo da esperança

Na esteira do otimismo que tomou os empresários do Boulevard Canal, em Cabo Frio, após a primeira edição do Boulevard Bohemio, no último fim de semana, vem o compromisso de botar a mão na massa em busca de dias melhores. Afinal, é de longa data a discussão sobre deterioração de um dos principais cartões-postais da cidade, que, ao longo do anos, veio perdendo espaço na preferência de moradores e turistas para outros pontos de encontro noturno, como a Passagem e, mais recentemente, a Rua Porto Alegre. A boa experiência do evento traz novos ares e um discurso unificado entre os comerciantes para oxigenar o local e voltar a atrair o público. 


– O evento foi muito positivo. Acredito que é um primeiro passo para resgatar a credibilidade de um local que é um dos mais bonitos da cidade. Acredito que o diferencial foi a organização e o engajamento dos empresários – disse o empresário Diogo Souza, sócio do Buda Beach em Cabo Frio, que afirmou ter tido um faturamento cerca de 30% maior durante o evento do que nas sextas-feiras anteriores.
Diogo é um dos empresários que articula a criação de uma associação para reunir os comerciantes do Boulevard Canal. Para ele, a questão mais urgente no local é o ordenamento.


– Onde existe a omissão acaba havendo a ocupação de serviços desordenados e extra oficiais. Estamos fazendo reuniões para a criação de uma associação para termos uma representatividade maior, uma conversa melhor com a Prefeitura, e também para nos comprometermos, enquanto empresários, com a revitalização do Canal – completou ele.


Há nada mais, nada menos do que 42 anos atuando no Boulevard Canal, o empresário Assis Mesquita afirma estar renovando as esperanças na recuperação do local. Proprietário de três restaurantes em um mesmo prédio às margens do Canal Itajuru (Hippocampus, Japa do Canal e Trattoria do Assis), ele lamenta as dificuldades em manter um bom faturamento e tem esperança que o poder público volte a dar atenção ao local.


– Estamos animados com esse projetos que estão ocorrendo. Espero que vingue mesmo, que vá à frente, porque muitas vezes se fala, fala e não acontece nada. Esse evento de sexta foi uma demonstração de que é possível fazer coisas diferentes. Tomara que o poder público também possa ver o nosso lado e ajudar. Tem que pegar firme junto com os empresários – pontuou Assis.
Para o gerente do restaurante Tia Maluca, João Mateus Alves, o destaque do Boulevard Bohemio foi a presença de moradores de Cabo Frio que, para ele, estavam sentindo falta de eventos no local. 


– O Canal está abandonado há muito tempo. Estamos tentando retomar o point que sempre foi na cidade. Achei o evento muito bom, principalmente por ver tantos moradores prestigiando. As pessoas estavam sentindo falta disso. E claro, é importante não só para o morador, como para o turista também. Meu faturamento no dia do evento foi bem melhor do que seria em uma sexta-feira comum de agosto, mas o mais importante é que estamos nos organizando para estabelecer realmente um polo e começar a fazer coisas maiores – declarou João Mateus.


E não foram apenas bares e restaurantes que aprovaram a programação. Proprietário de uma barbearia, Jorge Sawan estabeleceu um horário diferente do de costume e fechou à meia-noite na última sexta. Para ele, no entanto, o principal não foi o faturamento.


– Se a gente não fizer por nós, ninguém vai fazer. Essa união é muito positiva. As pessoas ainda têm uma imagem negativa em relação ao Canal, mas provamos que pode ser diferente. Vimos muitos casais, famílias. Para mim foi bom não pela questão financeira, mas pela resposta mesmo que o evento nos deu em relação à qualidade da programação. Certamente nas próximas edições vai ser melhor ainda – considera ele.


Outro que aprovou o evento foi o empresário Tadeu Aguiar, dono do Botequim Ratatá. Para ele, algo do tipo “precisava ser feito há anos”.


– Podemos dizer que isso chegou em boa hora. A união dos comerciantes, o apoio da Prefeitura e o empenho do Tchelo e do Carlão (Marcelo Santa Rosa e Carlos Ernesto Lopes, produtores do evento) foram os fatores fundamentais para o sucesso que ocorreu. Precisamos nos unir e cobrar das autoridades competentes para manter a ordem e a segurança em nosso boulevard – completou Tadeu.