Assine Já
sexta, 25 de setembro de 2020
Região dos Lagos
27ºmax
18ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 8032 Óbitos: 418
Confirmados Óbitos
Araruama 1614 102
Armação dos Búzios 477 10
Arraial do Cabo 241 15
Cabo Frio 2555 140
Iguaba Grande 671 36
São Pedro da Aldeia 1309 51
Saquarema 1165 64
Últimas notícias sobre a COVID-19
Verão

Bom tempo aumenta expectativa de comércio e ambulantes

Aumento de temperatura é refletido em melhora nas vendas na Praia do Forte

13 dezembro 2016 - 08h11Por Texto e foto: Gabriel Tinoco
Bom tempo aumenta expectativa de comércio e ambulantes

 O verão ainda nem co­meçou, mas o calor já pode ser sentido na pele pelos cabofrienses. O aumento na temperatura, inclusive, reflete positivamente para os comerciantes da Praia do Forte, que registram melhora nas vendas na alta temporada. Eles apostam na estação mais quente do ano para impulsionar o fa­turamento de vez.

O proprietário da Bar­raca do Alcides, Alcides Silva, 65, vê o movimento crescer no fim de semana.

O movimento melhorou por causa do sol. Mas também esteve melhor porque era fim de semana. Nos dias de semana, pode o sol es­tar quente, que não tem muita gente comprando aqui com a gente. Mas a nossa vida vai melhorar mesmo é a partir do Natal, que é a data em que as pessoas realmente vêm para Cabo Frio.

Outro que também só tem o que comemorar é o vendedor Elvis William, 22, da Barraca do Gaúcho. De acordo com ele, o calor é um fa­tor fundamental para a saída de pro­dutos na alta temporada.

– Em relação ao que estava fa­zendo, o movimento melhorou mui­to. O calor também ajudou. A ten­dência é que daqui para frente fique cada vez melhor. Isso porque come­ça a chegar gente por causa dos re­cessos, das férias... O movimento fi­cará bom mesmo a partir do dia 26. Todo ano é sempre a mesma coisa.

E os funcionários dos restauran­tes à beira da praia também senti­ram a melhora. O garçom do Vira Verão, Rodrigo Trajano, 33, ali­menta boa expectativa.

– Está melhorando. Mas ainda pode melhorar mais. Estou pensan­do positivo. Em dezembro, sempre fica melhor para superar a crise, porque a cidade fica bem cheia – comenta.

O proprietário do Tia Maluca, Hugo Vilela, 30, vê, aos poucos, os clientes chegando.

–Está começando a melhorar. Mas, nessa época no ano passado, as vendas estavam melhores – opina.

Independente da crise financei­ra e do atual estado da cidade, os turistas continuam visitando Cabo Frio. O município ganhou muitos elogios. O contador Alfredo D’arta­gñan, 46, tem o costume de passar o verão na Praia do Forte.

– Todo ano venho nessa época. Em dezembro ou em janeiro, é certo que eu esteja aqui. Gosto muito des­sa praia, ainda mais com esse calor.

Se a primeira impressão é a que fica, o aposentado Carlos Alberto Costa, que veio da capital de Minas Gerais, voltará para Cabo Frio.

– É a primeira vez que visito essa cidade. Ela é muito boa. Estou gos­tando de tudo. Dependendo da situ­ação financeira, voltarei. Moro em Belo Horizonte e lá todo mundo que visitou Cabo Frio fala bem.

O presidente do Sindicato dos Hotéis e Restaurantes, Carlos Cunha, também está bastante oti­mista.

– A expectativa está muito boa. Estamos com bastante procura, com um bom índice de vendas. Na primeira quinzena de dezembro, já estamos com 80% de ocupação. Acredito que vamos atingir a mes­ma média do ano passado, entre 90 e 95%.