Assine Já
domingo, 28 de novembro de 2021
Região dos Lagos
28ºmax
20ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 53350 Óbitos: 2180
Confirmados Óbitos
Araruama 12493 447
Armação dos Búzios 6571 73
Arraial do Cabo 1754 93
Cabo Frio 15299 896
Iguaba Grande 5549 146
São Pedro da Aldeia 7043 290
Saquarema 4641 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
CRISE DE ARRECADAÇÃO

Atrasos salariais revoltam servidores em Arraial do Cabo

Prefeitura deve terminar de pagar a folha apenas na semana que vem

09 julho 2020 - 17h34Por Redação

O fantasma do pagamento fracionado de salários não se restringe a Cabo Frio. Apesar de o quinto dia útil de pagamento ter sido na terça-feira (7), parte do funcionalismo municipal em Arraial do Cabo não viu bater o dinheiro em suas contas. Em meio à pandemia do novo coronavírus, a situação causa preocupação e revolta em quem não recebeu até o momento.

Fontes ouvidas pela Folha relatam que o problema atinge os funcionários que têm salários acima de R$ 1.000 e, de maneira geral, contratados. Uma servidora, que preferiu não se identificar, assegura que o problema deste mês não é um caso isolado e ocorre com frequência.

– Isso já aconteceu antes, muitas vezes. Pagam, primeiro, um determinado setor. Depois, outro. Isso tem sido rotineiro. Muitas pessoas que conheço, de setores diferentes, ainda não receberam – desabafou uma servidora, sob condição de anonimato.

O município alega que a queda na arrecadação é o motivo para as dificuldades. Apesar disso, o prefeito Renatinho Vianna (Republicanos) afirma que não fez demissões. De acordo com ele, a Prefeitura deve concluir o pagamento da folha salarial na semana que vem, mas não cravou uma data, pois depende da entrada de recursos.

– Os aposentados, concursados, Educação e contratados que recebem até R$ 1.200 já foram pagos. Estamos pagando conforme a arrecadação. Creio que até a próxima semana estará tudo ok, mas não temos como precisar quando – declarou.

Royalties - Após um breve período de folga financeira, a partir da correção de pagamento de royalties e repasses retroativos que não haviam sido feitos, Arraial voltou a viver as ‘vacas magras’ do recurso compensatório pela extração do petróleo.

De fevereiro a junho, a arrecadação de royalties do município caiu 60%. A queda nos repasses já dura quatro meses. No mês passado, Arraial teve direito a uma cota de R$ 3,3 milhões; contra R$ 4,7 milhões, em maio; R$ 6,6 milhões, em abril; R$ 7,1 milhões, em março; e R$ 8,4 milhões, em fevereiro.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.