Assine Já
sábado, 08 de agosto de 2020
Região dos Lagos
26ºmax
15ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 4786 Óbitos: 283
Confirmados Óbitos
Araruama 820 56
Armação dos Búzios 357 9
Arraial do Cabo 120 12
Cabo Frio 1563 93
Iguaba Grande 334 23
São Pedro da Aldeia 748 39
Saquarema 844 51
Últimas notícias sobre a COVID-19
Repartição

Atrasos nos aluguéis podem fechar repartições municipais de Cabo Frio

Somente dívida da secretaria da Mulher, em Tamoios, soma R$ 31.560

12 novembro 2015 - 09h24Por Nicia Carvalho

A onda de dificuldades finan­ceiras pela qual passa a Prefei­tura de Cabo Frio parece longe do fim. Com inúmeros atrasos nas contas municipais, seja com salários de funcionários ou de prestadores de serviço, a maré de débitos também pode cau­sar o fechamento de repartições municipais, como a Secretaria da Mulher do Segundo Distrito, em Unamar. De janeiro a outu­bro são R$ 31.560 de atraso no aluguel. O proprietário afirma que não quer renovar o contrato e exige o imóvel de volta.

Também sem receber pela lo­cação se encontram os proprie­tários das sedes da Secretaria da Mulher do primeiro distrito e dos dois imóveis do Conselho Tute­lar de Tamoios.

– A Prefeitura diz que quer renovar, mas sem reajuste, e não posso. Além do mais, como vou fazer novo contrato se não me pagam os atrasados? Saí para morar em outro lugar e vivo pre­cariamente porque o dinheiro não vem. São mais despesas e aborrecimentos. Quero minha casa de volta – desabafou o aposentado Walneido do Carmo, 62.

Segundo ele, a correção pela tabela da Fundação Getúlio Var­gas (FGV) passaria o valor do aluguel para R$ 3.396, mas, há pelo menos seis meses, Walnei­do tenta diálogo com a Secreta­ria. No entanto, a cada momento “existe uma justificativa para o cancelamento”. Além disso, ele afirmou que a manutenção exter­na da casa não é feita, e o terreno em que fica o imóvel já acumula mato e caramujos africanos.

 

*Leia a matéria completa na edição impressa desta quinta-feira (12)