Assine Já
domingo, 11 de abril de 2021
Região dos Lagos
30ºmax
19ºmin
Alerj
Alerj REC
TEMPO REAL Confirmados: 32434 Óbitos: 1183
Confirmados Óbitos
Araruama 8059 252
Armação dos Búzios 4018 49
Arraial do Cabo 1143 56
Cabo Frio 8778 419
Iguaba Grande 3162 76
São Pedro da Aldeia 4462 178
Saquarema 2812 153
Últimas notícias sobre a COVID-19
Atraso

Atraso no salário dos contratados de Cabo Frio entra no sétimo dia

Comissionados e contratados também estão sem vale-transporte

14 outubro 2015 - 09h45Por Nicia Carvalho

Aguardar ou pedir demissão. A recomendação dada por um supervisor no dia dois deste mês a uma contratada da varrição ao questionar o atraso no pagamen­to de salário, conforme a Folha noticiou, parece encontrar eco no departamento de Recursos Humanos da Prefeitura de Cabo Frio. É o que conta um funcio­nário que não quis se identificar ao questionar por não ter rece­bido ainda o salário referente a setembro e a recomendação foi ‘aguardar a prefeitura ter dinhei­ro’. Além do salário, informa­ções dão conta de que o descon­to do vale-transporte é feito, mas o repasse entra atrasado.

– Nunca tivemos acesso ao número de comissionados. Isso é missão impossível em Cabo Frio. No organograma teríamos acesso aos cargos comissiona­dos, mas nunca nos deram – dis­parou a professora Denize Alva­renga, diretora do Sepe.

Na mesma situação se en­contram os demais contratados e comissionados que represen­tam 60% da folha de pagamen­to. Atualmente, apenas sete mil são servidores concursados pela educação. Procurada pela repor­tagem, até o fechamento desta edição a secretaria de Educação não havia retornado.

 

*Leia a matéria completa na edição impressa desta quarta-feira (14)

Leia Também

Geral
Índice de confiança dos pequenos negócios atinge patamar da recessão de 2014, apontam Sebrae e FGV
Sondagem mensal realizada pelo Sebrae e pela FGV detecta que recrudescimento da pandemia e interrupção temporária do auxílio emergencial contribuíram para esse resultado
Carlos Minc sobre Dunas do Peró: "Não pode haver incompatibilidade entre turismo e preservação"
DIÁLOGO
Carlos Minc sobre Dunas do Peró: "Não pode haver incompatibilidade entre turismo e preservação"
Risco Covid: Baixada Litorânea sai da bandeira roxa (risco muito alto) para vermelha (risco alto)
Coronavírus
Risco Covid: Baixada Litorânea sai da bandeira roxa (risco muito alto) para vermelha (risco alto)
Pandemia: 80% dos profissionais da linha de frente tiveram problema de saúde mental no último ano
Coronavírus
Pandemia: 80% dos profissionais da linha de frente tiveram problema de saúde mental no último ano