Assine Já
quinta, 09 de julho de 2020
Região dos Lagos
25ºmax
18ºmin
Mercado Tropical
TEMPO REAL Suspeitos: 301 Confirmados: 3282 Óbitos: 191
Suspeitos: 301 Confirmados: 3282 Óbitos: 191
Suspeitos:
Confirmados:
Óbitos:
Suspeitos Confirmados Óbitos
Araruama 270 654 41
Armação dos Búzios X 266 7
Arraial do Cabo 9 83 11
Cabo Frio X 1016 62
Iguaba Grande 13 218 20
São Pedro da Aldeia 2 517 19
Saquarema 7 528 31
Últimas notícias sobre a COVID-19
Lagoa

Ativistas e pescadores se reúnem às margens da Lagoa de Araruama, em Figueira

Objetivo é cobrar das autoridades solução quanto ao despejo de esgoto na laguna

21 junho 2015 - 12h28

RODRIGO BRANCO

Membros do Movimento ‘Salve a Lagoa’ e do Núcleo de Educação Ambiental da Bacia de Campos (NEA-BC) fizeram um ato na manhã deste domingo às margens da Laguna de Araruama, na praça principal de Figueira, distrito de Arraial do Cabo, para novamente pressionar as autoridades sobre o despejo de esgoto no local e definir as estratégias e as próximas ações do movimento. De antemão, uma nova manifestação, já foi marcada para o próximo dia 5, nas Palmeiras, próximo ao shopping de Cabo Frio, com a participação da ONG Lagoa Limpa e de outras entidades da área ambiental.

– É um desdobramento das ações do último dia 31 (abraço coletivo realizado em vários pontos da Lagoa) e foi um apelo dos pescadores de Figueira, que também querem participar e a gente está aqui para dar o nosso apoio. O grupo vai estar sempre presente em todos os movimentos – disse a coordenadora do ‘Salve a Lagoa’ em São Pedro da Aldeia e uma das idealizadoras do grupo, Maria Eduarda, a Madu.

Contando com um entreposto de pesca, a praça de Figueira é um dos principais pontos da atividade em torno do ecossistema lagunar que, com a queda na qualidade da água do que já foi a maior a maior lagoa hipersalina do mundo, vê crescer os problemas socioambientais na comunidade. Vale lembrar que, em recente relatório, o Instituto Estadual do Ambiente (Inea) afirmou que 80% do esgoto produzido na cidade são despejados ‘in natura’ na Lagoa.

– Houve uma demanda das pessoas que vieram no dia 31, de se reunir e acompanhar do que se tratava o movimento. Aqui em Figueira, especificamente, o despejo do esgoto ‘in natura’ está incomodando muito os pescadores, que queriam organizar um movimento de pressão às autoridades. Hoje eles não podem pescar aqui. Tentaram ir para Iguaba e para praia, mas houve desavenças com os pescadores desses lugares. A reunião de hoje é para organizar um novo passo de pressão para que algo seja feito – explicou Mariana Arape, do núcleo de Figueira do NEA-BC.

Leia também: 

Inea: 80% do esgoto de Arraial é despejado na Lagoa 

Deputados visitam municípios no entorno da Lagoa de Araruama 

Laudo sobre esgoto despejado na Lagoa de Araruama sai em 15 dias