Assine Já
quinta, 28 de janeiro de 2021
Região dos Lagos
32ºmax
21ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 22908 Óbitos: 767
Confirmados Óbitos
Araruama 5567 166
Armação dos Búzios 2989 30
Arraial do Cabo 651 33
Cabo Frio 6139 264
Iguaba Grande 2043 50
São Pedro da Aldeia 3225 107
Saquarema 2294 117
Últimas notícias sobre a COVID-19
ABRE ALAS PARA A FOLIA

Associação de Blocos de Cabo Frio promove feijoada para lançar projeto do Carnaval de Rua de 2020

Sem subvenção da prefeitura, entidade faz eventos e busca patrocínios para garantir estrutura da festa

19 novembro 2019 - 20h34Por Rodrigo Branco

A pouco menos de 100 dias para o Carnaval de 2020, a Associação de Blocos e Atividades Carnavalescas de Cabo Frio (Abaccaf) abre alas para estruturar e viabilizar financeiramente a folia de rua da cidade. No próximo dia 1º de dezembro, véspera do Dia Nacional do Samba, a entidade promove uma feijoada, a partir das 11h, na sede da Sociedade Musical Santa Helena, no Centro. O ingresso a R$ 35 (no primeiro lote; o 2º lote sai a R$ 45) dá direito a um prato da iguaria e a assistir ao show do grupo de pagode Swing e Simpatia. Os ingressos podem ser comprados pelo telefone (22) 99218-8718.

Assim como o show de prêmios realizado no último domingo, o evento tem a finalidade de levantar recursos para o desfile das agremiações, uma vez que, segundo o presidente da associação, Joir Reis, a prefeitura não ajuda financeiramente desde 2015, ano que marcou também o último desfile das escolas de samba de Cabo Frio. De toda forma, a entidade conta com o poder público para ‘botar o bloco na rua’, sobretudo, na parte logística e limpeza urbana.

No ano que vem, pelo terceiro ano seguido, haverá um tema social para a folia cabofriense. Se em 2018, houve o incentivo à doação de sangue; e neste ano, à inclusão dos deficientes; para 2020, o mote será o meio ambiente e a sustentabilidade. Além das temáticas cidadãs, outra coisa que não será modificada é o circuito de desfiles, novamente entre o Hotel Mandai, na Avenida Litorânea, e a Praça das Águas, na região da orla do Forte.

Este ano, chegou a haver um impasse entre a associação e o Convention Bureau, já que o último foi contra a realização dos desfiles na altura do Hotel Malibu, alegando questões de segurança. Mesmo tendo a opinião de que os blocos devem passar por toda a orla do Forte, Joir disse que a Abaccaf não vai entrar em queda de braço para garantir que o Carnaval tenha o mesmo resultado positivo deste ano.

– O carnaval de Cabo Frio foi muito positivo. Os blocos foram para rua, desfilaram e tivemos zero índice de violência. Esse ano, a gente resolveu dar um ponto final naquela discussão que havia entre Convention, Abaccaf e poder público. O ideal é que desfile aconteça em toda a orla da Praia do Forte; é isso que a gente quer buscar enquanto bloco de Carnaval, mas entendemos que o momento é de manter o que deu certo no ano passado, para que a gente tenha um Carnaval satisfatório dentro das possibilidades do nosso município – disse o presidente da associação.

Além dos eventos realizados pela entidade, os blocos buscam empresas que ajudem a custear as despesas, entre R$ 250 mil e R$ 300 mil no total, em troca de publicidade nas ferramentas de mídia do Eco Folia 2020. A ideia é manter a mesma estrutura usada nos festejos de 2019, com a montagem de estações na Praia do Forte, no Peró, em São Cristóvão, no Jardim Esperança e no segundo distrito. Os blocos de bairro, como os da Praia do Siqueira, das Palmeiras e da Gamboa também serão estimulados. 

 

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.