Assine Já
quarta, 27 de outubro de 2021
Região dos Lagos
24ºmax
19ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 52450 Óbitos: 2151
Confirmados Óbitos
Araruama 12382 441
Armação dos Búzios 6530 73
Arraial do Cabo 1736 93
Cabo Frio 14792 880
Iguaba Grande 5486 140
São Pedro da Aldeia 6993 289
Saquarema 4531 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
SOLIDARIEDADE

Associação Comercial e CDL de São Pedro da Aldeia entregam cestas básicas a pescadores

Ação faz parte da ação 'Natal Premiado ' da Aciaspa

22 dezembro 2019 - 10h38Por Redação

A Associação Comercial, Industrial, Agrícola e Turística de São Pedro da Aldeia – Aciaspa e a Câmara dos Dirigentes Lojistas – CDL fizeram a entrega de cestas básicas a pescadores da lagoa, que estão em situação de risco social. O evento, realizado neste sábado (21), à beira da Praia da Pitória, em baixo das amendoeiras e atraiu moradores do local, pescadores e familiares. Foram beneficiados 40 pescadores da Praia da Pitória, Camerum, Mossoró e Baleia. 

Durante a entrega, o presidente da Associação de Pescadores da Praia da Pitória, Francisco Rocha Guimarães Neto, o Chico Pescador, agradeceu a doação e falou da importância da revitalização da lagoa para que os pescadores possam sair da situação de risco em que se encontram. Chico elogiou a iniciativa da Aciaspa e disse que a parceria com os comerciantes da cidade será imprescindível para alavancar outros projetos: “poderemos trabalhar o turismo de base comunitária e mostrar as coisas boas que a nossa lagoa tem,” explicou. 

O empresário Lubecke Carneiro falou da ligação que tem com a lagoa desde quando era criança e vinha para a região com os pais: “Sempre gostei de velejar aqui. Eu acredito que se pudermos juntar o esporte e a pesca, o turismo volta para a lagoa, com certeza,” pontuou Lubecke. 

O presidente da Aciaspa/CDL José Lima disse que a Associação se importa com a situação que os pescadores estão vivendo hoje e ressaltou a necessidade de se estabelecer parceiras: “Eu costumo dizer que o segredo para virar o jogo é a união das instituições em torno do bem comum,” destacou. Zezinho esclareceu que a situação dos pescadores mexe diretamente com a economia da cidade, pois quando o pescador perde o poder de compra o comércio vende menos e o turismo enfraquece, além das consequências diretas na família do pescador. Lima sinalizou que o objetivo da Associação Comercial é firmar uma aproximação com as entidades representativas dos pescadores, para cooperar de forma efetiva, com soluções que revertam a situação dos pescadores. Ele finalizou agradecendo a oportunidade de poder servir aos pescadores através da doação de cestas de alimento.
 
Francisco Soares, pescador há 42 anos falou em nome dos colegas e agradeceu a Associação Comercial e aos empresários que se solidarizaram com a causa do pescador. Para o encerramento foi feito um círculo, onde todos, de mãos dadas agradeceram a Deus com uma oração seguida de longos aplausos. 

 

 

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.