Assine Já
sábado, 23 de janeiro de 2021
Região dos Lagos
29ºmax
20ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 21896 Óbitos: 720
Confirmados Óbitos
Araruama 5363 160
Armação dos Búzios 2875 30
Arraial do Cabo 651 33
Cabo Frio 5750 231
Iguaba Grande 1988 50
São Pedro da Aldeia 3048 106
Saquarema 2221 110
Últimas notícias sobre a COVID-19
Geral

Arrecadação do primeiro semestre da Prefeitura de Cabo Frio é a maior desde 2015

Parcela mensal recebida ontem por Cabo Frio é a mais alta deste ano

25 junho 2019 - 08h44
Arrecadação do primeiro semestre da Prefeitura de Cabo Frio é a maior desde 2015

Cabo Frio acaba de fechar o primeiro semestre com a maior arrecadação para o período nossa últimos quatro anos. O Tesouro Nacional depositou ontem na conta da prefeitura o valor de R$ 13.917.583,43, a mais alta cota mensal recebida em 2019. Com isso, o município recebeu nos seis primeiros meses deste ano R$ 75.043.050,04. A quantia é cerca de 17% maior do que a que bateu nos cofres cabofrienses no primeiro semestre do ano passado. 

O montante também é mais do que o dobro recebido no mesmo período em 2016 (R$ 37,6 milhões), no auge da crise no preço do barril de petróleo no mercado internacional. Contando com as parcelas trimestrais referentes às participações especiais e calculadas pela Agência Nacional de Petróleo (ANP), Cabo Frio já recebeu quase R$ 100 milhões na primeira metade de ano, apenas com o recurso compensatório pela exploração do óleo na Bacia de Campos. 

A maré positiva na arrecadação com os royalties em Cabo Frio foi antecipada pela reportagem da Folha em matéria publicada no último dia 22 de maio. De acordo com cálculos da própria ANP, vão entrar nos cofres do município mais de R$ 174 milhões apenas este ano, com projeção de que esse valor atinja os R$ 250 milhões no fim de 2023. A ANP disponibiliza uma ferramenta no seu site que calcula quanto o país, os estados e municípios podem arrecadar com o recurso nos próximos anos.

O aumento no valor do barril do petróleo no mercado internacional (a referência é o do tipo ‘brent’, comercializado na Bolsa de Londres e extraído no Mar do Norte e no Oriente Médio); a flutuação no câmbio (alta do dólar) e o aumento dos investimentos privados na produção e exploração na Bacia de Campos são fatores apontados por especialistas para o aumento na arrecadação com o recurso. 

Outros municípios – Arraial do Cabo e Armação dos Búzios também receberam ontem as cotas mensais de royalties a que têm direito pela exploração de petróleo. O município cabista recebeu a quantia de R$ 5.205.512,77, fechando o semestre com o montante de R$ 33.206.232,46.

Por sua vez, o Tesouro Nacional depositou nos cofres buzianos o valor de R$ 6.597.564,97, a maior cota entre as seis recebidas este ano. Em 2019, o município viu entrar no caixa a quantia de R$ 36.229.483,34.