Assine Já
sábado, 26 de setembro de 2020
Região dos Lagos
29ºmax
19ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 8076 Óbitos: 418
Confirmados Óbitos
Araruama 1625 102
Armação dos Búzios 483 10
Arraial do Cabo 242 15
Cabo Frio 2555 140
Iguaba Grande 671 36
São Pedro da Aldeia 1323 51
Saquarema 1177 64
Últimas notícias sobre a COVID-19
Coleta Seletiva

Arraial inaugura primeiro posto de entrega voluntária da Coleta Seletiva na cidade

Equipamento fica na Escola Estadual 20 de Julho, na Vila Industrial

03 julho 2015 - 14h14
Arraial inaugura primeiro posto de entrega voluntária da Coleta Seletiva na cidade

Rodrigo Branco

Arraial do Cabo dá a partir de hoje um passo decisivo para a implantação do Programa Municipal de Coleta Seletiva de Resíduos Sólidos (lixo), com a inauguração do primeiro Posto de Entrega Voluntária (PEV) da cidade, que ficará sediado nas dependências da Escola Estadual 20 de Julho, na Vila Industrial.

O equipamento será inaugurado durante mais uma etapa do Circuito Municipal de Cultura Ecológica, promovido pela Fundação Municipal de Meio Ambiente, Pesquisa, Ciência e Tecnologia. Antes realizado nas praias e outros espaços públicos da cidade, o evento, pela primeira vez, terá como sede uma escola, local considerado vital para a disseminação da política de Educação Ambiental desenvolvida pela instituição.

– Desde que começamos as primeiras reuniões de sensibilização, o 20 de Julho abraçou a ideia por entender a importância da Coleta Seletiva para a comunidade escolar e para Arraial do Cabo como um todo. A importância deles é enorme para o êxito do projeto – destacou o diretor do Departamento de Projetos da Fundação, Herick Simas.

A escolha pelo colégio se deu por uma questão estratégica, uma vez que a Vila é o bairro escolhido para abrigar o projeto-piloto da Coleta, por sua característica de quarteirões e ruas planejadas.

Além disso, a intenção é que os alunos da escola sirvam de agentes multiplicadores junto as suas comunidades no que diz respeito à correta destinação do lixo que, no primeiro momento, será dividido em ‘úmido’ (restos de alimento, por exemplo) e ‘seco’ (garrafas PET e latas de refrigerante, entre outros).
Além dos benefícios socioambientais, a implantação da Coleta, prevista para os próximos meses, representará reforço para os cofres municipais, por meio do chamado ‘ICMS verde’, repasse do imposto feito pelo Governo Estadual.