Assine Já
domingo, 24 de outubro de 2021
Região dos Lagos
27ºmax
18ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 52262 Óbitos: 2141
Confirmados Óbitos
Araruama 12321 438
Armação dos Búzios 6516 72
Arraial do Cabo 1720 92
Cabo Frio 14721 876
Iguaba Grande 5469 140
São Pedro da Aldeia 6984 288
Saquarema 4531 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
Geral

Arraial e Cabo Frio iniciam ano letivo de forma híbrida

Por conta da variante Delta, estado suspende aulas em Iguaba Grande e São Pedro

16 agosto 2021 - 16h00Por Redação
Arraial e Cabo Frio iniciam ano letivo de forma híbrida

Depois de pouco mais de um ano com aulas apenas de forma online por conta da pandemia da Covid-19, o retorno às escolas municipais começa a se tornar realidade em algumas cidades da região. Em Arraial do Cabo, os alunos da rede municipal começaram a retornar às escolas no último dia 9. Em Cabo Frio, o retorno está programado para segunda-feira (16). No entanto, o sistema adotado é o híbrido, que combina aulas presenciais, no formato tradicional, com o aprendizado em ambiente virtual. Já na rede estadual as aulas, no mesmo sistema, foram suspensas em Iguaba Grande e São Pedro devido ao avanço da variante Delta do novo coronavírus.

Arraial do Cabo – Em Arraial os primeiros alunos que voltaram às salas de aula no novo formato foram os da Educação de Jovens e Adultos (EJA). A secretária de Educação, Isalira Gomes, avaliou o retorno como tranquilo. Pelo calendário cabista, entre o dia 23 de agosto a 4 de outubro retornarão às aulas os alunos do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental.

Em nota, a Prefeitura de Arraial informou que “está cumprindo a carga horária determinada por lei, acompanhando a devolução de todos os cadernos de atividades”. Informou ainda que as aulas totalmente presenciais deverão iniciar somente em 2022, “quando todos os profissionais e alunos maiores de 18 anos estiverem imunizados e o perigo de contaminação em massa não mais existir”. O município cabista encerrou o ano letivo de 2020 em maio deste ano, com 4.555 alunos matriculados, e estudando de forma remota com apoio dos cadernos de atividades desenvolvidos pelos professores e coordenados pelos supervisores das escolas, e impressos na Secretaria de Educação. Já o ano letivo de 2021 teve início de forma virtual em 17 de maio com 4.957 alunos. Cabo Frio – Em Cabo Frio o retorno híbrido, nesta segunda (16), será em 50% das escolas da rede municipal, começando pela Educação Básica.

A previsão é de que no dia 15 de setembro 70% das unidades estejam aptas para receber os alunos, com a retomada de 100% no dia 18 de outubro. Segundo a Prefeitura, apenas os alunos da Educação Infantil (creche e pré-escola) não retornarão nesse primeiro momento. No município, as datas para a retomada das aulas foram estabelecidas pelo Juízo da 1º Vara Cível de Cabo Frio, em audiência de conciliação entre a Secretaria de Educação e o Ministério Público no último dia 22 de julho. – Estamos correndo contra o tempo para que nenhum prazo estipulado pela Justiça seja perdido e que os estudantes possam retomar às atividades em segurança. Nossa meta é encerrar o ano letivo dentro do ano corrente, sem prejuízos à rede – disse a secretária de Educação, Elicéa da Silveira.

A Prefeitura informou que as medidas adotadas pela Secretaria de Educação diante do retorno híbrido seguirão um protocolo de prevenção que está em fase final de discussão, elaborado com a participação do Sepe Lagos (Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação, Núcleo Lagos). A rede municipal de ensino de Cabo Frio conta, atualmente, com 31.497 alunos, de acordo com o mapa estatístico. Em 2020, eram 31.500, segundo a Prefeitura.

Na região – A Secretaria de Educação de São Pedro da Aldeia informou que, por enquanto, trabalha com a projeção do retorno às aulas presenciais para o dia 21 de setembro. Até lá, os alunos da rede municipal continuarão tendo aulas online, como acontece desde o início do ano letivo de 2021, em 22 de janeiro. Além da plataforma virtual, cerca de 182 mil apostilas de atividades já foram entregues, de forma gratuita, aos 13.063 alunos da rede municipal de ensino, respeitando cada fase de aprendizagem de acordo com o ano de escolaridade do estudante. Em 2020 a rede possuía 13.055 alunos matriculados. Em Iguaba, o ano letivo de de 2021 começou em abril de forma remota. No entanto, a Secretaria de Educação informou que ainda não existe definição com relação ao retorno presencial ou em formato híbrido. – Temos feito algumas reuniões sobre o assunto, para definir algumas questões importantes. Acredito que em breve teremos uma data para esse retorno e sobre o formato – avaliou o secretário Fred Carvalho. As Prefeituras de Búzios, Araruama e Saquarema não responderam à solicitação da Folha.

Rede estadual – O início do segundo semestre do ano letivo nas escolas da rede estadual Rio de Janeiro aconteceram no último dia 26 de julho, de forma híbrida, em 59 cidades do estado. No entanto, após o avanço da variante Delta do novo coronavírus, a Secretaria Estadual de Educação suspendeu a atividade, esta semana, em 36 municípios, incluindo Iguaba Grande e São Pedro da Aldeia. Já em Araruama, Búzios, Arraial do Cabo, Cabo Frio e Saquarema, as escolas estaduais foram autorizadas a funcionar no modelo de ensino híbrido “cabendo aos responsáveis, ou alunos maiores de idade desses municípios, a opção pelo retorno presencial ou a permanência somente no ensino remoto”. A rede estadual de ensino do RJ conta com 1230 escolas, que atendem cerca de 700 mil alunos matriculados no ano letivo de 2021.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.