Assine Já
segunda, 25 de outubro de 2021
Região dos Lagos
22ºmax
19ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 52262 Óbitos: 2141
Confirmados Óbitos
Araruama 12321 438
Armação dos Búzios 6516 72
Arraial do Cabo 1720 92
Cabo Frio 14721 876
Iguaba Grande 5469 140
São Pedro da Aldeia 6984 288
Saquarema 4531 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
Alerta

Arraial do Cabo pode sentir efeitos do 'ciclone bomba' até a manhã de quinta (2)

Marinha alerta que fenômeno pode atingir a faixa litorânea dos estados de Santa Catarina, Paraná e São Paulo, além do Rio de Janeiro,

01 julho 2020 - 11h26Por Redação

Arraial do Cabo poderá sentir os efeitos do ciclone bomba que atingiu o sul do país esta semana, segundo Boletim da Marinha, entre a noite desta quarta (1) e a manhã de quinta (2).

De acordo com o boletim, poderão ocorrer ventos de direção noroeste a sudoeste, com intensidade de até 88 km/h (47 nós), na faixa litorânea entre os estados de Santa Catarina, ao norte de Laguna, do Paraná, de São Paulo e do Rio de Janeiro, ao sul de Arraial do Cabo, até a noite de quarta.

A aproximação da frente fria também poderá provocar ventos de direção nordeste a noroeste, com intensidade de até 74 km/h (40 nós), na faixa litorânea entre os estados do Rio de Janeiro, ao norte de Arraial, e do Espírito Santo, ao sul de Guarapari, até a manhã de quinta.

O fenômeno pode ainda atingir a faixa litorânea dos estados de Santa Catarina, Paraná e São Paulo.

Há possibilidade de ondas de três a quatro metros de altura em alto mar entre o Rio de Janeiro e a Bahia, ao sul de Caravelas, entre quarta e a manhã da sexta (3).

Três pessoas morreram em Santa Catarina, na terça (30), com a passagem do ciclone bomba. Mais de 1,5 milhão de casas ficaram sem energia elétrica. 

A Marinha do Brasil mantém todos os avisos de mau tempo em vigor no endereço eletrônico https://www.marinha.mil.br/chm/dados-do-smm-avisos-de-mau-tempo/avisos-de-mau-tempo. Informações meteorológicas podem ser visualizadas na página do Serviço Meteorológico Marinho no Facebook, no link: https://www.facebook.com/servicometeorologicomb/, e por meio do aplicativo "Boletim ao Mar", disponível para download na internet, tanto para o sistema Android quanto para iOS, desenvolvido em parceria entre a Marinha do Brasil e o Instituto Rumo ao Mar (RUMAR).

Alerta-se aos navegantes que consultem essas informações antes de se fazerem ao mar e solicita-se ampla divulgação às comunidades de pesca e esporte e recreio.

Ao portal da rede CNN, o meteorologista André Madeira explicou que o ciclone extratropical recebe esse apelido por causar uma queda de pressão em curto espaço de tempo.

O fenômeno, que pode causar ventos intensos e agitação marítima, é relativamente comum para essa época do ano, segundo o especialista. 

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.