Assine Já
terça, 11 de agosto de 2020
Região dos Lagos
28ºmax
15ºmin
Alerj
Alerj
TEMPO REAL Confirmados: 4925 Óbitos: 287
Confirmados Óbitos
Araruama 820 56
Armação dos Búzios 372 9
Arraial do Cabo 120 12
Cabo Frio 1661 97
Iguaba Grande 334 23
São Pedro da Aldeia 754 39
Saquarema 864 51
Últimas notícias sobre a COVID-19
Alerta

Arraial do Cabo pode sentir efeitos do 'ciclone bomba' até a manhã de quinta (2)

Marinha alerta que fenômeno pode atingir a faixa litorânea dos estados de Santa Catarina, Paraná e São Paulo, além do Rio de Janeiro,

01 julho 2020 - 11h26Por Redação

Arraial do Cabo poderá sentir os efeitos do ciclone bomba que atingiu o sul do país esta semana, segundo Boletim da Marinha, entre a noite desta quarta (1) e a manhã de quinta (2).

De acordo com o boletim, poderão ocorrer ventos de direção noroeste a sudoeste, com intensidade de até 88 km/h (47 nós), na faixa litorânea entre os estados de Santa Catarina, ao norte de Laguna, do Paraná, de São Paulo e do Rio de Janeiro, ao sul de Arraial do Cabo, até a noite de quarta.

A aproximação da frente fria também poderá provocar ventos de direção nordeste a noroeste, com intensidade de até 74 km/h (40 nós), na faixa litorânea entre os estados do Rio de Janeiro, ao norte de Arraial, e do Espírito Santo, ao sul de Guarapari, até a manhã de quinta.

O fenômeno pode ainda atingir a faixa litorânea dos estados de Santa Catarina, Paraná e São Paulo.

Há possibilidade de ondas de três a quatro metros de altura em alto mar entre o Rio de Janeiro e a Bahia, ao sul de Caravelas, entre quarta e a manhã da sexta (3).

Três pessoas morreram em Santa Catarina, na terça (30), com a passagem do ciclone bomba. Mais de 1,5 milhão de casas ficaram sem energia elétrica. 

A Marinha do Brasil mantém todos os avisos de mau tempo em vigor no endereço eletrônico https://www.marinha.mil.br/chm/dados-do-smm-avisos-de-mau-tempo/avisos-de-mau-tempo. Informações meteorológicas podem ser visualizadas na página do Serviço Meteorológico Marinho no Facebook, no link: https://www.facebook.com/servicometeorologicomb/, e por meio do aplicativo "Boletim ao Mar", disponível para download na internet, tanto para o sistema Android quanto para iOS, desenvolvido em parceria entre a Marinha do Brasil e o Instituto Rumo ao Mar (RUMAR).

Alerta-se aos navegantes que consultem essas informações antes de se fazerem ao mar e solicita-se ampla divulgação às comunidades de pesca e esporte e recreio.

Ao portal da rede CNN, o meteorologista André Madeira explicou que o ciclone extratropical recebe esse apelido por causar uma queda de pressão em curto espaço de tempo.

O fenômeno, que pode causar ventos intensos e agitação marítima, é relativamente comum para essa época do ano, segundo o especialista. 

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.