domingo, 03 de março de 2024
domingo, 03 de março de 2024
Cabo Frio
23°C
Park Lagos mobile
Geral

Araruama: técnicos de radiologia denunciam prefeitura por descaso com pagamentos de direitos

07 dezembro 2023 - 18h53Por Redação

Técnicos de Radiologia da Prefeitura de Araruama, aprovados no concurso de 2019 e já efetivados, denunciam que desde que foram empossados nunca receberam os valores referentes ao pagamento da insalubridade, a que teriam direito. Esta semana eles entraram em contato com a Folha e contaram que atualmente só estão recebendo um salário mínimo (R$ 1.320) “e mais nada”.

– Com os descontos, recebemos na mão recebemos algo entre R$ 1.100 e R$ 1.150, sendo que ainda pagamos nossa passagem, ou combustível, do próprio bolso, porque a prefeitura não ajuda com a passagem. Quase todos moram fora do município, como Rio de Janeiro, Campos... Tem um técnico que gasta R$ 200 por semana de combustível, ou seja, praticamente paga para trabalhar - contou um dos profissionais que pediu para não ser identificado.

Segundo eles, o artigo 16 da Lei Nº 7.394, de 29 de outubro de 1985, diz que o salário mínimo dos profissionais, que executam as técnicas definidas no Art. 1º desta Lei, será equivalente a dois salários mínimos profissionais da região (R$ 5.025,18), incidindo sobre esses vencimentos 40% de risco de vida e insalubridade (previstos na NR15, que determina o pagamento a trabalhadores que possam ser expostos a radiações ionizantes, que  é o caso dos profissionais técnicos em radiologia), o que daria um salário bruto de R$ 7.035,25, ou seja, R$ 5.715,25 a mais do que estariam recebendo hoje.

– Enfim, a Prefeitura não nos paga o piso estadual e muito menos a insalubridade. Hoje somos em torno de uns 18 técnicos de radiologia efetivos em Araruama que não ganham o piso e nem a insalubridade. Eu sou o representante desses técnicos pois eles me escolheram para ajudar nessa situação. Já denunciamos, já tentamos conversar com a antiga secretária de Saúde, tentamos conversar com a chefe da Procuradoria, mas não adiantou: ela teve a cara de pau de falar que a Prefeitura não tinha dinheiro para pagar a insalubridade dos técnicos de radiologia. Somos os olhos dos médicos, somos uma categoria de muita importância para a população, mas infelizmente a Prefeitura de Araruama faz pouco caso e não valoriza a nós, servidores - desabafou.

A Folha entrou em contato com a Prefeitura de Araruama questionando o motivo do não pagamento desses direitos, mas não houve resposta até o fechamento desta matéria.