Assine Já
quarta, 04 de agosto de 2021
Região dos Lagos
22ºmax
14ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 46523 Óbitos: 1889
Confirmados Óbitos
Araruama 11454 362
Armação dos Búzios 5517 58
Arraial do Cabo 1588 87
Cabo Frio 12706 765
Iguaba Grande 4804 116
São Pedro da Aldeia 6205 275
Saquarema 4249 226
Últimas notícias sobre a COVID-19
RANKING DE 'GATOS'

Araruama e Cabo Frio têm os maiores índices de furto de energia na região, aponta Enel

Municípios registraram perdas no primeiro semestre de 28% e de 22%, respectivamente

15 setembro 2020 - 18h27Por Redação

Os municípios de Araruama e Cabo Frio foram os que registraram os maiores índices de furto de energia elétrica, prática popularmente conhecida como 'gato', no primeiro semestre deste ano, na Região dos Lagos. De acordo com a Enel Distribuição Rio, que acaba de fechar o ranking das cidades atendidas pela distribuidora, Araruama teve índice de 28% de furto de energia nos seis primeiros meses do ano. Isso significa que, de toda energia distribuída pela companhia na cidade, quase 3 0% é perdida. Em seguida na lista, está Cabo Frio, com índice de furto de 22%. 

Por esse motivo, a Enel anunciou que intensificará a fiscalização e o combate aos 'gatos' de energia no segundo semestre, por meio de inspeções constantes e operações conjuntas com as Polícias Civil e Militar para coibir a fraude, que também causa riscos de segurança e prejudica a qualidade do fornecimento de energia para a população.

A empresa lembrou que furtar energia é crime, com pena prevista de um a quatro anos de reclusão. Além disso, a prática põe em risco a população, principalmente as pessoas que manipulam a rede elétrica. As ligações irregulares podem causar curtos-circuitos e sobrecarga na rede elétrica, ocasionando interrupção no fornecimento de energia. 

Para conscientizar a população sobre o perigo do furto de energia, a concessionária realiza operações em parceria com a polícia, além de diversos projetos sociais em comunidades, com informações sobre o uso eficiente de energia elétrica, programas para geração de emprego e renda e revisão gratuita de instalações elétricas de consumidores com menor poder aquisitivo. De janeiro a junho deste ano, foram realizadas 64 operações em parceria com a Polícia Civil em 23 cidades da área de concessão da companhia.

Além de prejudicar a qualidade do fornecimento do serviço, os 'gatos' impactam também o valor da tarifa de energia, já que a agência reguladora do setor elétrico (Aneel) leva em conta as perdas de cada distribuidora para calcular a tarifa de cada empresa. Dessa forma, como os custos de distribuição de energia são divididos entre todos os clientes, todos pagam pelo furto.

Os clientes que quiserem denunciar o furto de energia podem fazê-lo pela internet: http://www.eneldistribuicao.com.br/rj/ou pelo aplicativo Enel Rio. Não é necessário se identificar.

 

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.