Assine Já
sábado, 19 de setembro de 2020
Região dos Lagos
31ºmax
19ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 7728 Óbitos: 407
Confirmados Óbitos
Araruama 1514 100
Armação dos Búzios 468 10
Arraial do Cabo 215 13
Cabo Frio 2528 136
Iguaba Grande 640 34
São Pedro da Aldeia 1213 50
Saquarema 1150 64
Últimas notícias sobre a COVID-19
protesto

Após morte de homem no Jacaré, moradores fazem protesto no bairro

Segundo a PM, tiroteio entre facções rivais, teria começado na noite de terça

01 outubro 2014 - 18h38
 Após morte de homem no Jacaré, moradores fazem protesto no bairro

Moradores da Rua Samuel Bessa, no bairro Jacaré, em Cabo Frio, a principal via do bairro, fizeram um protesto na tarde desta quarta-feira (1) após a morte de Sandro Azevedo da Silva, de 32 anos.  Os manifestantes interditaram a rua e colocaram fogo em pneus e galhos na rua, que ficou tomada por uma fumaça negra. De acordo com a polícia, uma denúncia anônima informou que homens estavam armados no bairro. Policiais foram até o local e, segundo eles, a vítima fez um disparo contra os PMs. Eles revidaram, chegaram a resgatar Sandro Azevedo, mas o morador não resistiu e morreu.

Segundo o tenente-coronel Ruy França, comandante do 25º BPM (Cabo Frio), o tiroteio teria iniciado ontem à noite entre quadrilhas rivais que disputam pontos de venda de drogas. Nesta quarta-feira, por volta das 11h, o confronto teria recomeçado.

- A PM foi para o local. Um dos bandidos tentou tomar a arma de um policial e acabou sendo morto pelo PM – revelou o comandante.

Moradores não aceitaram a versão da PM e ficaram inconformados com a morte. Testemunhas afirmam os policiais chegaram disparando contra a vítima, que não estava armada. O caso aconteceu na frente da Escola Municpal Lerinéia Figueiredo, que permaneceu fechada durante todo o dia.

 Além da unidade, a Creche Maria Amália e a Escola do Pomar também tiveram que fechar as portas, de acordo com a assessoria da Secretaria de Educação. O posto de saúde que funciona no bairro também foi fechado e deve reabrir nesta quinta-feira (2), segundo a assessoria da Secretaria de Saúde.

No fim da manhã desta quarta (1), bombeiros conseguiram conter as chamas e a rua foi liberada para o trânsito. Os ônibus deixaram de circular pelo bairro e os coletivos tiveram que transitar pela Avenida Wilson Mendes, paralela a principal do bairro. O policiamento no bairro foi reforçado. O corpo de Sandro Azevedo foi levado para Instituo Médico Legal (IML) de Cabo Frio.