Assine Já
quarta, 23 de junho de 2021
Região dos Lagos
22ºmax
18ºmin
Alerj2
Alerj3
TEMPO REAL Confirmados: 43614 Óbitos: 1679
Confirmados Óbitos
Araruama 10812 339
Armação dos Búzios 5233 57
Arraial do Cabo 1501 83
Cabo Frio 11637 622
Iguaba Grande 4486 107
São Pedro da Aldeia 5916 260
Saquarema 4029 211
Últimas notícias sobre a COVID-19
Geral

Após enterro de segurança, moradores fazem protesto contra violência

Ato aconteceu na noite desta terça-feira (6) na Praça Porto Rocha, no Centro de Cabo Frio

07 maio 2014 - 12h42
 Após enterro de segurança, moradores fazem protesto contra violência
A onda de violência que tomou conta de Cabo Frio nestes últimos dias, resultou em protesto promovido por moradores da cidade. O ato ocorreu na noite da última terça-feira (6) e algumas pessoas fizeram homenagem ao funcionário público Herald Peterson Siqueira, de 31 anos. Mais cedo, corpo do segurança foi enterrado no Cemitério Santa Izabel, no Portinho.
Ele foi morto no dia anterior durante um confronto entre traficantes rivais no bairro Jacaré. Durante o sepultamento, o clima era de revolta entre parantes e amigos. O corpo foi velado durante todo o dia na capela mortuária, no bairro Portinho. O enterro, marcado para as 16h30, foi feito com dez minutos de atraso.
- Isso tem que acabar! Nós somos inocentes. Não é escândalo e sim o desespero de uma mãe - desababafou antes do enterro, aos prantos, a dona de casa Vera Lúcia, mãe da vítima.
Harold Peterson foi atingido por um tiro de pistola calibre 40. Ele havia acabado de sair da casa da mãe, de moto, por volta das 16h, quando foi buscar dinheiro para comprar pão. A bala perfurou o capacete e atravessou a mandíbula da vítima.
A ex-cunhada dele, Cíntia Andrade, descreveu a vítima como uma pessoa de personalidade calma, trabalhadora e pai de família exemplar. - Ele nunca se envolveu em nenhum fato ilícito - observou Cíntia.