Assine Já
domingo, 24 de outubro de 2021
Região dos Lagos
27ºmax
18ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 52262 Óbitos: 2141
Confirmados Óbitos
Araruama 12321 438
Armação dos Búzios 6516 72
Arraial do Cabo 1720 92
Cabo Frio 14721 876
Iguaba Grande 5469 140
São Pedro da Aldeia 6984 288
Saquarema 4531 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
ONLINE NESTE DOMINGO

Após briga na Justiça, eleição da Colônia de Pesca de Arraial está confirmada

Prefeitura entrou com ação para pleito ser virtual, mas pescadores acusaram governo de tentar cancelar votação

15 maio 2020 - 21h12Por Redação

As eleições para a Colônia dos Pescadores Z5 de Arraial do Cabo está confirmada para este domingo (17). Não sem antes uma desavença jurídica entre a Prefeitura e representantes da Colônia. Tudo começou depois que o governo municipal entrou na Justiça para garantir que a votação fosse virtual, de modo a não ocorrer aglomerações em meio à pandemia de coronavírus.

Uma decisão da juíza da Vara de Arraial, Juliana Gonçalves Figueira, impediu que houvesse eleições presenciais. No entanto, representantes da própria da Colônia acusaram a Prefeitura de perseguição e interferência política no pleito. Nesta sexta-feira (18), em comunicado nas redes sociais, os pescadores informaram que a decisão anterior havia sido revogada. Segundo eles, o objetivo do governo era cancelar as eleições.

“A prefeitura municipal comandada pelo prefeito alegou sorrateiramente na Justiça que existiria aglomeração de pessoas, quando na verdade já sabia que a votação seria virtual”, diz a postagem.

Horas mais tarde, a Prefeitura emitiu uma nota oficial para rebater as acusações. Segundo o município, a ação foi motivada “tendo como base as eleições anteriores, em que 928 votantes compareceram às urnas”.

O governo municipal afirma que não houve qualquer posicionamento da Colônia sobre um eventual cancelamento ou adiamento das eleições, motivo pelo qual “se presumiu que permanecia marcada para o dia 17 de maio, de forma presencial”,.

“A Procuradoria reforça que a ação não objetivava cancelar o pleito, apenas evitar que este fosse presencial e sua potencialidade de ocasionar reunião de número expressivo de pessoas, trazendo risco não apenas para os associados, mas para toda a sociedade, haja vista a pandemia de uma doença altamente contagiosa”, justificou a Prefeitura no comunicado.

 

 

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.