Assine Já
quarta, 23 de junho de 2021
Região dos Lagos
22ºmax
18ºmin
Alerj2
Alerj3
TEMPO REAL Confirmados: 43602 Óbitos: 1679
Confirmados Óbitos
Araruama 10812 339
Armação dos Búzios 5233 57
Arraial do Cabo 1501 83
Cabo Frio 11637 622
Iguaba Grande 4474 107
São Pedro da Aldeia 5916 260
Saquarema 4029 211
Últimas notícias sobre a COVID-19
Educação

Após acordo, Educação prepara convocação de 230 aprovados no concurso de 2009

Ao todo, serão chamados 1.096 classificados até o ano letivo de 2020

20 maio 2017 - 16h15Por Rodrigo Branco | Reprodução
Após acordo, Educação prepara convocação de 230 aprovados no concurso de 2009

Caso não haja algum imprevisto, a Secretaria Municipal de Educação de Cabo Frio dará início na semana que vem ao processo de convocação de 1.096 aprovados no concurso público de 2009. A expectativa é da própria secretária Laura Barreto, que aguarda apenas receber da Procuradoria-Geral do município a documentação necessária para realizar os trâmites burocráticos da chamada. Inicialmente, serão convocados 230 profissionais até o fim de 2017. Os demais serão chamados até 2020, último ano da atual gestão.

Isso será possível apenas após a homologação, pela Justiça de Cabo Frio, de um acordo entre a Prefeitura e o Sindicato dos Profissionais da Educação (Sepe Lagos), para a convocação dos aprovados no concurso público de 2009. Judicialmente, a questão arrastava-se desde 2014, mas a chamada dos classificados foi autorizada anteontem pela juíza Sheila Draxler Pereira de Souza, da 2ª Vara Cível.

– Com essa decisão voltamos a ter na rede pessoas efetivas, que além de ter todos os direitos garantidos, expectativa de progressão na carreira e melhora na formação, pois passamos a não ter flutuação de pessoal nas escolas. Isso afetava a rotina escolar e não podia se planejar nada. Além das garantias trabalhistas, o ganho pedagógico é incalculável – disse a professora Denize Alvarenga, que faz parte da comissão do Sepe que tratou do assunto.

A quantidade de profissionais a serem chamados foi acordada após um levantamento conjunto feito pelo Sepe e a Secretaria de Educação. O número levou em consideração o que foi chamado de ‘carência real’ nas cerca de 90 unidades da rede municipal de ensino.

– O Sepe foi convidado a participar da pesquisa da necessidade real. Eles estiveram na Secretaria de Educação durante quatro dias. Depois disso a gente preparou o acordo – comentou a secretária Laura Barreto.

Apesar de tudo, porém, a professora Denize Alvarenga observa que continuará a carência de profissionais efetivos em disciplinas como Filosofia, Sociologia, Espanhol, Biologia e Química. Contudo, de acordo com a secretária Laura Barreto, por se tratarem de disciplinas do Ensino Médio, que terá redução de 35% nas vagas, a pasta aguardará a concretização do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) assinado pelo prefeito Marquinho Mendes no fim de março, para definir a questão.

Confira abaixo a escala de convocação dos 1.096 aprovados de 2009: