Assine Já
terça, 22 de setembro de 2020
Região dos Lagos
19ºmax
16ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 7847 Óbitos: 412
Confirmados Óbitos
Araruama 1514 100
Armação dos Búzios 473 10
Arraial do Cabo 231 13
Cabo Frio 2555 140
Iguaba Grande 640 34
São Pedro da Aldeia 1284 51
Saquarema 1150 64
Últimas notícias sobre a COVID-19
Apoio

Apoio ao tratorista Wilson termina em demissão

Depois de ajudar tratorista, funcionária é exonerada e irmão também pode ser demitido

25 agosto 2015 - 09h08

NICIA CARVALHO

 

             

Ao que parece fazer o bem em Cabo Frio tem preço, mas o arre­pendimento passa longe. Esse é o sentimento da jornalista Cris­tiane Zotich, que foi exonerada esta semana do cargo de diretora de departamento que ocupava na Secretaria da Melhor Idade na prefeitura do município. O motivo, segundo ela, foi o enga­jamento na campanha para arre­cadar alimentos e outros produ­tos para o tratorista Wilson dos Santos, que depois de conceder entrevista para a InterTV denun­ciando atraso no pagamento de salário foi ameaçado de demis­são pela empresa terceirizada que presta serviço para o gover­no municipal.

– Não me arrependo e faria tudo de novo. Mas fui acusada de ter causado o infarto do se­nhor Wilson por ter envergo­nhado ele com a campanha e de estar torcendo pela morte dele para culpar a prefeitura. Fiquei sabendo que fui exonerada por meio de um grupo no WhatsA­pp. Quanto ao meu irmão ouvi que ele deve ser exonerado do galpão de marcação de consultas do Braga. Não sei se é verdade, mas para evitar prejudicar meu irmão resolvi sair da campanha e estou arrasada com isso. Estou me sentindo covarde, impoten­te, doida para ir embora desse inferno de cidade. Mensagens como esta (ao lado) da filha dele me confortam, mas quando par­te para perseguição na família é complicado – desabafou.

 

Sem salário há seis meses, Wilson Santos recebe doação de 400 quilos de alimentos

 

Na contramão de ameaças e perseguições, há quem prefira o tom brando da solidariedade, que também podem definir os últimos dez dias em Cabo Frio. A exemplo das manifestações de apoio às meninas Fernanda Ru­fino, de 4 anos, e Lara Vitória, de 1 ano e três meses, foi a vez de o tratorista Wilson dos Santos receber o apoio de moradores da região, que doaram cerca de 400 quilos de alimentos.

É o caso do piscineiro Edgar Bento, de São Pedro da Aldeia, que mobilizou parentes, amigos e conhecidos numa campanha em prol do tratorista, que também arrecadou diversos produ­tos de limpeza. Foram necessá­rios quatro carros para levar as doações, sendo um apenas de alimentos perecíveis.

– Ver um pai de família cho­rando porque está passando fome e com amigos na mesma situação me revoltou. Na mesma hora fui nas redes sociais procu­rar quem quisesse ajudar e no dia seguinte entrei em contato. Mas o tempo todo a preocupação dele era com os amigos – contou.

 

*Leia a matéria completa na edição impressa desta terça-feira