Assine Já
domingo, 28 de fevereiro de 2021
Região dos Lagos
27ºmax
22ºmin
Tropical
Tropical mobile
TEMPO REAL Confirmados: 26413 Óbitos: 912
Confirmados Óbitos
Araruama 6711 182
Armação dos Búzios 3191 32
Arraial do Cabo 855 37
Cabo Frio 7283 352
Iguaba Grande 2510 55
São Pedro da Aldeia 3488 126
Saquarema 2375 128
Últimas notícias sobre a COVID-19
OUTRO PATAMAR

Apae de Arraial faz rifa de camisa do Flamengo autografada por campeões da Libertadores

Ação foi motivada por conta de dificuldades financeiras da instituição

30 janeiro 2020 - 20h01Por Rodrigo Branco

A Apae de Arraial do Cabo enfrenta sérios problemas financeiros neste começo de ano, mas conta com reforços de peso para virar esse jogo. Desde o fim do ano passado, a instituição promove a rifa de uma camisa do Flamengo autografada por jogadores campeões da Taça Libertadores da América, como Bruno Henrique, Diego Alves, Arrascaeta, Willian Arão, Gerson, Rafinha e o artilheiro Gabigol. 

A iniciativa tem o toque do maior craque da história do clube, Zico, e do canal de humor e esporte Desimpedidos, veiculado pelo YouTube. Tudo começou quando a psicóloga da instituição Andréa Marques Mangia procurou o youtuber Bruno Torelly para falar da rifa criada por ela. Torelly levou a ideia ao Galinho de Quintino e ao canal, que toparam ajudar imediatamente. A parceria deu tão certo que os assistidos pela instituição chegaram a participar do programa do humorista Bolívia Zica.

A rifa on-line é vendida a R$ 30, pelo endereço https://rifeme.com.br/sem-categoria/solidariedade-a-apae-arraial-do-cabo/. O pagamento pode ser feito cartão de crédito ou boleto bancário. O sorteio será realizado em 27 de fevereiro e ainda há muitos números a serem comprados. Como o prêmio será entregue pelos Correios, há a necessidade de fazer um breve cadastro no próprio site. Segundo a presidenta da Apae cabista, Tayane Garcia, a escolha pela rifa eletrônica foi para garantir lisura aos participantes.

– Muitas pessoas nos perguntam o motivo de uma rifa on-line. A maior razão é a transparência e para assegurar legitimidade. Precisamos da solidariedade de cada um para esta causa para que possamos honrar com quatro salários em atraso da equipe de técnicos e melhorar as condições físicas da instituição, que se encontram bem precárias. Precisamos retomar os atendimentos pelo bem dos nossos 110 assistidos. Muitos dependem de nós – apela.

A presidenta assumiu o cargo no último dia 6 e afirma ter encontrado a instituição ‘em colapso financeiro e estrutural’. Segundo ela, atualmente as únicas fontes de renda fixa da entidade são os repasses mensais de R$ 5 mil feitos pela concessionária de energia Enel e o Termo de Colaboração feito junto à prefeitura, que rende outros R$ 15 mil aos cofres a cada 30 dias. O problema é que nos últimos três meses, o município deixou de fazer a contribuição e a situação apertou de vez, a ponto de os técnicos fazerem uma greve. Um novo termo está sendo discutido com a prefeitura e a presidenta esperar conseguir um aditivo. Enquanto isso não acontece, explica Tayane, a Apae Arraial não deixa a bola cair.

– Somos a única instituição no município que, mesmo diante de tanta dificuldade, oferece atendimentos em psicologia, fisioterapia, fonoaudiologia, psicopedagogia, psicomotricidade, educação física, oficinas de interação (artes, culinária, natureza), além de orientação aos pais e responsáveis. Hoje, precisamos dar visibilidade a nossa dificuldade para que a sociedade se solidarize a nós – complementa.

Questionada sobre os atrasos nas contribuições à instituição, a Prefeitura de Arraial do Cabo informou que o repasse da Apae já está no cronograma de pagamento e que será regularizado. O governo municipal disse ainda que o município passou por dificuldades financeiras no início deste ano, mas as pendências estão sendo acertadas.

 

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.