Assine Já
sexta, 22 de janeiro de 2021
Região dos Lagos
28ºmax
21ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 21341 Óbitos: 711
Confirmados Óbitos
Araruama 5363 160
Armação dos Búzios 2875 30
Arraial do Cabo 651 33
Cabo Frio 5750 231
Iguaba Grande 1988 50
São Pedro da Aldeia 3048 106
Saquarema 1666 101
Últimas notícias sobre a COVID-19
PRÓPRIO PARA CONSUMO

Análise científica atesta qualidade do pescado da Lagoa de Araruama

Estudo foi feito a pedido da Colônia de Pescadores de Cabo Frio após rumores

07 dezembro 2019 - 20h05Por Redação

Uma análise feita a pedido da Colônia de Pescadores de Cabo Frio indica que os peixes de Lagoa de Araruama estão em boas condições para o consumo. O estudo foi feito em virtude de rumores que colocavam em suspeita a qualidade dos peixes da lagoa. Segundo o biólogo responsável pela análise, não foram encontrados indicativos de restrição ao consumo no período monitorado.

- Diante das observações, podemos dizer que não foi encontrada nenhuma discrepância que pudesse depreciar o produto no período avaliado e nos pontos coletados. Os peixes não apresentaram qualquer alteração que implique em restrições para o consumo - afirma o biólogo Eduardo Fagundes Neto, pós-graduado em ecologia e recursos naturais.

Foram analisados, durante o mês de novembro, cerca de 70 exemplares de quatro espécies de peixes da Lagoa de Araruama: tainha, perumbeba, corvina e carapeba. 

Os peixes foram comprados em bancas situadas em três pontos de desembarque, a Praia da Pitória, em São Pedro da Aldeia; Figueira, em Arraial do Cabo; e a Praia do Centro, em Iguaba Grande.

Segundo Eduardo Fagundes, o método de análise englobou um estudo sensorial, ou seja, sobre as características visíveis dos peixes, e também dos órgãos internos. Os dados constam no relatório final disponibilizado à comunidade pesqueira.

De acordo com o presidente da Colônia de Pescadores Z-4 (Cabo Frio), Alexandre Marques, o estudo tem o objetivo de desmistificar rumores de que o pescado estaria impróprio para o consumo.

- Esses boatos que surgiram recentemente estavam atrapalhando as vendas. O consumo diminuiu. Por isso pedimos uma ajuda à Prolagos para financiar esse estudo, e eles nos atenderam. A análise atesta que o pescado está em boa qualidade e esperamos que isso possa trazer tranquilidade para o consumidor, que acabe a desconfiança e o pescador possa vender normalmente os seus produtos - explicou Alexandre.

 

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.