Assine Já
sábado, 23 de janeiro de 2021
Região dos Lagos
29ºmax
20ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 21896 Óbitos: 720
Confirmados Óbitos
Araruama 5363 160
Armação dos Búzios 2875 30
Arraial do Cabo 651 33
Cabo Frio 5750 231
Iguaba Grande 1988 50
São Pedro da Aldeia 3048 106
Saquarema 2221 110
Últimas notícias sobre a COVID-19
Geral

Aluno de Direito ameaça matar estudantes de universidade em Cabo Frio

Última ameaça foi publicada em uma rede social

09 junho 2014 - 22h52

Série de ameaças feitas por um estudante de Direito está amedrontando alunos da Universidade Estácio de Sá em Cabo Frio. Em uma das mensagens publicadas por Sandro Moraes Ferreira, de 40 anos, em um grupo no Facebook, as ameaças são explícitas. Policiais civis estão em busca dele na noite desta segunda-feira (9) para intimá-lo a depor.

“Vocês vao me pagar muito caro por isso que esta a me ocorrer. Segunda vou para matar com bala na cara! Segunda vou tirar a vida de um na sala”, diz o texto, citando nominalmente um homem e quatro mulheres.

Antes de publicar o texto na internet, entretanto, Sandro teria feito diversas abordagens dentro da faculdade. Sentindo-se amedrontada, uma das vítimas chegou a buscar atendimento na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam), em Cabo Frio.

“Estamos acelerando o processo para que ele possa prestar depoimento o mais rápido possível. Inclusive recebemos a informação de que ele está agora na universidade e mandei policiais até lá para que ele seja intimado”, informou a delegada-titular da 126ª DP, Flávia Monteiro, que acumula a função de delegada da Deam durante as férias da delegada Cláudia Faissal.

Por meio de nota, a Universidade Estácio de Sá informou que “tão logo soube das ameaças a seus alunos veiculadas nas redes sociais, informou de imediato à autoridade policial o ocorrido. E a Instituição irá instaurar procedimento disciplinar para apurar os fatos e adotar as medidas cabíveis, segundo seu Regimento Interno”.

"Vou matar com tiro mesmo. Já comprei minha arma, não vai sobrar um vivo nessa porra”, diz ainda a mensagem publicada por Sandro.