Assine Já
terça, 29 de setembro de 2020
Região dos Lagos
25ºmax
20ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 8330 Óbitos: 430
Confirmados Óbitos
Araruama 1625 102
Armação dos Búzios 491 10
Arraial do Cabo 252 15
Cabo Frio 2757 145
Iguaba Grande 684 36
São Pedro da Aldeia 1341 54
Saquarema 1180 68
Últimas notícias sobre a COVID-19
PT

Aliança PT-PMDB em Cabo Frio pode sofrer abalo

Apoio à pré-candidatura de Marquinho fica incerto depois de rompimento nacional 

31 março 2016 - 09h37Por Rodrigo Branco
Aliança PT-PMDB em Cabo Frio pode sofrer abalo

Diretório, ainda com Kita (de azul), decidiu por apoio è pré-candidatura de Marquinho Mendes à prefeitura

A tempestade se passa em Brasília, mas as suas consequências poderão ser sentidas em Cabo Frio, a 1.310 Km de distância. Como em um efeito dominó, a decisão do diretório nacional do PMDB de deixar a base de apoio ao governo da presidenta Dilma Rousseff (PT) tem a chance de respingar no acordo firmado entre os dois partidos em prol da pré-candidatura do deputado federal Marquinho Mendes à prefeitura da cidade.

O discurso das partes é que, por enquanto, tudo fica como está. Mas o fato é que o destino da aliança local, concretizada há cerca de duas semanas, passou a ser incerto, com a decisão dos caciques peemedebistas de entregar os cargos na administração federal. De acordo com o presidente do diretório municipal do PT, José Leandro Junior, que acaba de assumir o cargo com a saída do vereador Eduardo Kita para o PPS, os rumos do partido na disputa doméstica serão determinados de cima pelas executivas nacional e estadual.

– Como essa decisão é muito nova, foi tomada ontem (anteontem), ainda não debatemos no diretório municipal. Mas digo, de antemão, que a nossa posição seguirá a deliberação das instâncias superiores. A decisão tomada em diretório, hoje, é a de apoiar ao Marquinho.

Leia a matéria na íntegra na edição impressa desta quinta da Folha.