Assine Já
sexta, 14 de maio de 2021
Região dos Lagos
24ºmax
17ºmin
http://www.alerj.rj.gov.br/
http://www.alerj.rj.gov.br/
TEMPO REAL Confirmados: 38094 Óbitos: 1459
Confirmados Óbitos
Araruama 9614 300
Armação dos Búzios 4695 57
Arraial do Cabo 1317 69
Cabo Frio 10146 538
Iguaba Grande 3800 93
São Pedro da Aldeia 5248 227
Saquarema 3274 175
Últimas notícias sobre a COVID-19
Geral

Alerj repassa R$ 250 mil para instalação de nova sede do IML em Cabo Frio, anuncia deputado

Serginho informou que Instituto será construído nos fundos da delegacia

12 julho 2019 - 08h56
Alerj repassa R$ 250 mil para instalação de nova sede do IML em Cabo Frio, anuncia deputado

A Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) repassou recursos de R$ 250 mil para a Polícia Civil  fazer a instalação de nova sede do Instituto Médico Legal (IML) em Cabo Frio, disse ontem à Folha o deputado estadual Serginho Azevedo (PSL). Segundo ele, o funcionamento será nos fundos da 126ª DP, no Braga, e a expectativa é que as obras comecem em quatro meses. 

A abertura da nova sede colocaria fim a um drama vivido por famílias de Cabo Frio e arredores nos últimos anos. Como a sede atual do IML, no Portinho, está desde abril de 2016 sem realizar o exame de necropsia, passou a ser necessário transportar o corpo até o IML de Araruama. 

Entretanto, aumentando os transtornos, a unidade de Araruama também suspendeu a perícia, pois a estrutura do prédio foi comprometida durante as chuvas de maio. Desta forma, o deslocamento tem que ser feito para Macaé ou São Gonçalo.

– Conversando tecnicamente com o chefe da Polícia Civil e o delegado responsável pelo setor da perícia técnica, identificou-se que o local que o IML está hoje  não atende mais à demanda da cidade e da região. Há a necessidade de unificar o IML nos fundos da delegacia, onde existe uma perícia técnica, com toda a estrutura pronta. Haverá instalação de equipamentos e aproveitamento de alguns que já existem –informou o deputado.

Serginho diz que a pauta foi levada por ele e o deputado Mauro Bernardo (PROS) ao presidente da Alerj, André Ceciliano (PT). 

– Neste momento de crise, a dificuldade que existia para solucionar o problema era de recurso. Eu e o Mauro Bernardo conseguimos junto ao presidente Ceciliano alocar estes recursos da Alerj para a Polícia Civil. O processo já está em fase final. Existe uma licitação, que será feita pela Polícia Civil. A nova sede e o restabelecimento dos serviços trazem dignidade às pessoas no momento em que mais precisam, de muito  sofrimento.