Assine Já
segunda, 28 de setembro de 2020
Região dos Lagos
35ºmax
20ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 8330 Óbitos: 430
Confirmados Óbitos
Araruama 1625 102
Armação dos Búzios 491 10
Arraial do Cabo 252 15
Cabo Frio 2757 145
Iguaba Grande 684 36
São Pedro da Aldeia 1341 54
Saquarema 1180 68
Últimas notícias sobre a COVID-19
alair

Alair Corrêa é condenado pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ)

Prefeito havia falado que seria tataravô antes de o resultado sair

20 fevereiro 2015 - 20h12Por Sérgio Meirelles
O que o prefeito de Cabo Frio, Alair Corrêa (PP), pensava que fosse impossível de ser realidade tão cedo, aconteceu. O Superior Tribunal de Justiça (STJ) o condenou  a ressarcir aos cofres públicos a importância gasta com a contratação de serviços sem licitação e com publicidade para se autopromover quando governou o município entre 1997 e 2000. No mês passado, Alair chegou a desdenhar da Justiça ao declarar em um programa de televisão local que “seria tataravô quando a decisão sair”. Alair foi condenado por improbidade administrativa pela 13ª Câmara Cível e poderá ficar quatro anos sem concorrer a cargo eletivo.
O processo que condenou o prefeito teve origem em uma ação movida pelo Ministério Público do Estado (MPRJ). O órgão se baseou em um inquérito do Tribunal de Contas do Estado (TEC) que constatou irregularidades durante a administração de Alair Corrêa entre junho de 1998 e fevereiro de 1999. A investigação provou a prática de despesas sem licitação como a locação de veículo, a contratação de serviços de instalação elétrica em obras da Secretaria Municipal de Educação, além de gastos de publicidade os quais, de acordo com o MPRJ, foram feitos para promover pessoalmente o prefeito. 
Leia a reportagem completa na edição da Folha dos Lagos deste fim de semana.