Assine Já
sábado, 16 de janeiro de 2021
Região dos Lagos
29ºmax
22ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
CORRENDO ATRÁS

Agentes de Posturas de Cabo Frio pedem aumento do adicional de insalubridade de 10% para 40%

Grupo de servidores esteve na Câmara Municipal nesta segunda (11) em busca de apoio dos vereadores

11 janeiro 2021 - 19h48Por Redação

Os agentes municipais de posturas de Cabo Frio pleiteiam o aumento da alíquota do adicional de insalubridade a que têm direito de 10% para 40%. Por isso, os trabalhadores foram até à Câmara Municipal nesta segunda-feira (11) em busca de apoio dos vereadores para a causa. Um grupo de agentes foi recebido pelos parlamentares Carol Midori (Denocracia Cristã) e Douglas Felizardo (Avante).

O pagamento do adicional de insalubridade está previsto pela Constituição Federal e é regulamentado pela Portaria 3.214/78, do Ministério do Trabalho e Emprego, e também pela Norma Regulamentar nº 15.  A Lei Municipal 3.201/2020 garante o adicional de até 40% ao servidor que exerça atividades consideradas insalubres. 

“Estamos pedindo um direito concedido por lei. Temos legitimidade e competência para receber os 40%, visto que os agentes de posturas atuam em atividades, seja carregando ou empurrando peso nas areias das praias, dentre outras. Na maior parte das vezes estamos expostos a uma temperatura média de 37°C”, explicou Jackson Soares Nunes, agente de posturas.

O vereador Douglas Felizardo afirma que a união da classe é essencial para que os direitos sejam cumpridos.

“Hoje fui eleito vereador, mas sou servidor municipal da primeira turma de agentes de posturas, de 2010. Vamos levantar a bandeira da melhoria das condições de trabalho para a classe. É necessário o máximo de respeito ao trabalhador das praias, ruas e avenidas. São todos filhos da terra e tem o direito de levar o alimento diariamente para os familiares”, disse o vereador.

“Estaremos sempre à disposição para atender a classe de vocês. Entendo o risco da profissão e já presenciei algumas situações arriscadas para o servidor durante o trabalho. É necessário cobrar o respeito, além de melhores condições de trabalho”, explicou a vereadora Carol Midori.

A reunião foi registrada em ata e os pedidos serão analisados pelos vereadores.

 
 

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.